Esportes

Kléber marca dois e Palmeiras vence Flamengo

Da Redação ·
Os palmeirenses se aproximavam do terceiro nos contra-ataques
fonte: Arquivo
Os palmeirenses se aproximavam do terceiro nos contra-ataques

A tranquilidade, enfim, chegou ao Palmeiras. Depois de um longo período de turbulência na temporada 2010, a equipe venceu o Flamengo por 3 a 1 na noite deste sábado, no Estádio do Engenhão, no Rio de Janeiro, e finalmente pode dizer que vive um momento de calmaria no ano.

continua após publicidade

O nome da partida, válida pela 25.ª rodada do Campeonato Brasileiro, foi Kléber, autor de dois gols no primeiro tempo. Petkovic descontou na etapa final, mas Lincoln ainda fez o terceiro nos últimos minutos e garantiu a vitória.

continua após publicidade

O resultado positivo deixa o Palmeiras em posição cômoda na tabela de classificação. Em oitavo lugar, com 35 pontos, está dez na frente do Avaí (17.º), o primeiro da zona de rebaixamento, e nove atrás do Cruzeiro (3.º), que fecharia a lista dos classificados para a Copa Libertadores se a competição terminasse hoje.

continua após publicidade

Já a situação do Flamengo, atual campeão brasileiro, é preocupante. Com apenas 28 pontos, está em 15.º lugar e só tem três de vantagem para o Avaí. Se for novamente mal na próxima rodada, a equipe rubro-negra corre risco de entrar na zona da rebaixamento.

Para piorar a situação, o Flamengo encara o também desesperado Goiás, em Goiânia, na terça-feira, às 21 horas. Um dia depois, o Palmeiras joga contra o Internacional na Arena Barueri, às 19h30.

continua após publicidade

O JOGO - Os jogadores do Palmeiras entraram em campo com uma faixa dedicada ao presidente Luiz Gonzaga Belluzzo, que se recupera de um problema cardíaco. O mandatário alviverde não deve ter sofrido muito na primeira etapa, se o tiverem deixado assistir ao confronto, tamanha foi a supremacia palmeirense nos 45 minutos iniciais.

continua após publicidade

Aos 18 minutos, Tinga foi lançado nas costas da zaga, David deu um puxão na camisa do palmeirense e o árbitro não titubeou em anotar a penalidade - os jogadores rubro-negros reclamaram que a infração foi cometida fora da grande área. Kléber cobrou firme, no meio da meta, e abriu o placar

continua após publicidade

O triunfo palmeirense foi praticamente selado 10 minutos depois, após Deivid errar um passe no meio-campo. O contra-ataque foi mortal: Tinga aproveitou a desorganização da defesa e tocou para Kléber, que avançou e bateu na saída de Lomba.

Nervoso, Silas sacou Juan e lançou o jovem Vitor Sabá, revelação da base rubro-negra. Mas o panorama pouco se alterou. O Palmeiras era dono do jogo, sólido quando pressionado e perigoso nos avanços.

continua após publicidade

O segundo tempo não trouxe muitas mudanças: os cariocas pressionavam sem organização, os palmeirenses se aproximavam do terceiro nos contra-ataques. Leonardo Moura chegou a marcar aos 30, mas o lance foi corretamente anulado por impedimento.

continua após publicidade

Aos 33, o bombardeio rubro-negro surtiu efeito. Diogo foi derrubado na marca do pênalti, Petkovic cobrou como Kléber e diminuiu. Em seguida, Felipão sacou Valdívia e promoveu o retorno de Lincoln, que voltava de contusão. A mexida traria frutos. Aos 44, Kleber fez boa jogada e Rivaldo cruzou para o meia selar a vitória.

continua após publicidade

Ficha Técnica

continua após publicidade

Flamengo 1 x 3 Palmeiras

Flamengo - Marcelo Lomba; Leonardo Moura, David, Jean e Juan (Vitor Sabá); Toró (Correa), Willians, Kléberson e Renato (Petkovic); Diogo e Deivid. Técnico - Silas.

Palmeiras - Deola; Vitor, Danilo, Fabrício e Gabriel Silva; Edinho, Marcos Assunção, Márcio Araújo (Rivaldo) e Tinga (Pierre); Valdívia (Lincoln) e Kléber. Técnico - Luiz Felipe Scolari.

Gols - Kléber, aos 19 e aos 30 minutos do primeiro tempo; Petkovic, aos 35, e Lincoln, aos 44 minutos do segundo tempo.

Juiz - André Luiz de Freitas Castro (GO).

Cartões amarelos - David, Jean, Toró, Kléber, Valdívia, Fabrício.

Renda - R$ 335.565,00.

Público - 9.894 pagantes.

Local - Estádio Engenhão, no Rio de Janeiro.