Facebook Img Logo
Mais lidas
Esportes

Na volta de Julio César, Flamengo vence com golaços e se aproxima de semifinal

.

RIO DE JANEIRO, RJ (UOL/FOLHAPRESS) - No jogo que marcou sua reestreia no gol do Flamengo, o veterano Júlio César, de 38 anos de idade, foi mero espectador na vitória por 3 a 0 sobre o Boavista, nesta quarta-feira (7), no estádio Raulino de Oliveira, em Volta Redonda (RJ).

Os gols marcados por Rodinei, Diego e Lucas Paquetá -os dois últimos golaços de falta- asseguraram o triunfo do Rubro-negro, que está muito próximo de se classificar para a semifinal da Taça Rio.

Com o resultado, o Flamengo chegou aos nove pontos e assumiu a liderança do Grupo B. Faltam duas rodadas para o fim da fase de grupos da Taça Rio, e o Rubro-negro pode garantir a vaga até mesmo em caso de empate no próximo sábado, quando medirá forças com o Macaé.

O Flamengo ficava mais com a posse de bola, mas encontrava dificuldade em furar a retranca do Boavista. Uma das boas opções para se livrar da marcação era Lucas Paquetá, que abusava dos dribles para criar as melhores jogadas. O problema é que o jogador não parecia estar com o pé calibrado.

O Flamengo criou poucas chances reais de gol na primeira etapa. A melhor delas saiu pela esquerda após jogada entre Renê e Everton. O lateral esquerdo deu passe primoroso para o meia, que invadiu a área e chutou firme para defesa de Rafael.

A melhor chance do Flamengo saiu em um lance curioso. Henrique Dourado recebeu cruzamento e pensou que estava em posição irregular. Livre de marcação, ele dominou e chutou muito mal para fora. Ao perceber que estava em condição regular, abriu um sorriso amarelo. A torcida não perdoou e gritou o nome de Guerrero.

Diferente no segundo tempo, o Flamengo era só pressão em cima do Boavista, que se segurou como pôde até os 19min. Após vários chutes para fora, Rodinei resolveu o jogo para o o time rubro-negro em sua primeira finalização. O lateral direito pegou rebote e chutou firme no canto esquerdo de Rafael, que chegou a tocar na bola.

A vitória do Flamengo foi definida aos 36min. Após falta em Felipe Vizeu, Diego cobrou falta com estilo e fez um golaço. O camisa 10 foi muito celebrado e teve seu nome pedido para a seleção.

Se a vitória já estava decidia, o Flamengo só pediu a conta aos 42min. Lucas Paquetá se inspirou na cobrança do companheiro Diego, minutos antes. O jovem atacante não se intimidou e fez outro golaço.

A tão esperada volta de Júlio César teve uma intervenção para não dizer que ele não trabalhou. Em cobrança de falta, Renan Donizete, filho do ex-atacante Donizete, o Pantera, chutou firme para defesa do camisa 1.

BOAVISTA

Rafael; Gabriel Cassimiro, Gustavo, Elivelton, Julio César; Douglas Pedroso (Renan Donizete), Willian Maranhão, Lucas, Tartá (Claudio Maradona); Marquinho (Thiaguinho), Felipe Augusto. T.: Eduardo Allax

FLAMENGO

Júlio César; Rodinei, Juan, Rhodolfo, Renê; Cuellar; Lucas Paquetá, Everton Ribeiro (Willian Arão), Diego, Everton (Geuvânio); Henrique Dourado (Felipe Vizeu). T.: Carpegiani

Estádio: Raulino de Oliveira, em Volta Redonda (RJ)

Juiz: João Ennio Sobral

Cartões amarelo: Diego e Lucas Paquetá (Flamengo)

Gols: Rodinei, aos 19min, Diego, aos 36min, e Lucas Paquetá, aos 42min do segundo tempo

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

mais notícias

Últimas de Esportes

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber