Facebook Img Logo
  1. Banner
Mais lidas
Esportes

Federação de atletismo ameaça Rússia com expulsão definitiva

.

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A Iaaf (Associação Internacional de Federações de Atletismo) afirmou nesta terça-feira (6) que poderá excluir a Rússia de forma definitiva caso o país não cumpra os dois critérios estipulados pela entidade após o escândalo de doping revelado em 2015.

O presidente da Iaaf, Sebastian Coe, declarou que os dirigentes que comandam a entidade se reunirão em julho para discutir novas punições à Rússia. A exclusão seria a pena mais drástica para o país. Entre as outras medidas que podem ser discutidas está o fim da permissão para russos competirem como neutros.

A Iaaf suspendeu a Rússia em novembro de 2015, após a revelação de que o país operou um esquema de doping com apoio estatal para burlar as regras da Wada (Agência Mundial Antidoping).

Para reintegrar o país, a entidade determinou que os dirigentes russos admitissem que o doping era parte de um esquema sistemático para corromper o esporte -eles não o fizeram. A Rússia também não cumpriu a determinação de identificar os atletas em um banco de dados com suspeitos de usar substâncias proibidas.

"Não há ambiguidade sobre os critérios. Os critérios foram aceitos [pela Rússia]", disse Coe, segundo o jornal The New York Times. "Nós queremos o país e os atletas de volta, mas o mundo precisa estar em uma posição em que possa confiar neles."

As declarações de Coe foram dadas após um encontro da diretoria executiva da Iaaf. O posicionamento da federação -uma das primeiras a banir a Rússia após o escândalo- contrasta com a decisão tomada pelo COI (Comitê Olímpico Internacional) na última semana.

O COI encerrou a suspensão russa após os resultados dos atletas que competiram nos Jogos de Inverno de PyeongChang terem dado negativo para doping. Já o IPC (Comitê Paraolímpico Internacional) decidiu manter o veto à Rússia nas Paraolimpíadas de Inverno, que começam nesta sexta (9).

A diretoria da federação russa de atletismo ainda não emitiu um posicionamento sobre as declarações do presidente da Iaaf.

REPUTAÇÃO AMEAÇADA

Coe tratou sobre o caso um dia após legisladores britânicos o acusarem de dar informações enganosas a uma investigação parlamentar que o questionou sobre quando ele soube do doping de atletas russos. Seu antecessor, Lamine Diack, fazia parte do esquema.

Um relatório divulgado na segunda (5) mostra que Coe recebeu um email sobre o escândalo meses antes das revelações virem a público. Ele teria recebido informações de que a russa Liliya Shobukhova pagou uma alta quantia para encobrir um exame antidoping que a impediria de competir em Londres-2012.

Ele nega que sabia do esquema russo e afirma que repassou o email para o comitê de ética da Iaaf sem checar o seu conteúdo.

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Edhucca

Últimas de Esportes

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber