Facebook Img Logo
  1. Edhucca Banner
Mais lidas
Esportes

Neymar passa por cirurgia em hospital de Belo Horizonte

.

SÉRGIO RANGEL

BELO HORIZONTE, MG (FOLHAPRESS) - O atacante Neymar foi submetido na manhã deste sábado (3) a uma cirurgia no pé direito. 

Até 12h, um boletim médico não foi emitido pelo hospital Mater Dei. Nas próximas horas, o Paris Saint Germain deverá fazer uma nota explicando o estado de saúde do atleta.

No último domingo (25), o jogador quebrou o osso chamado quinto metatarso no final do clássico contra o Olympique, pelo Campeonato Francês.

Chamado de osteossíntese, o procedimento cirúrgico é feito com a colocação de um parafuso que aproxima os fragmentos do osso separados pela fissura para facilitar a cicatrização.

Uma ala do hospital foi reservada para o atleta e seus convidados. A mãe de Neymar e dois representantes do PSG  passaram a manhã no espaço reservado. 

Por causa da cirurgia, Neymar deverá ficar de fora da atual temporada do PSG. O objetivo do jogador é estar recuperado antes do início do período de preparação da seleção para a Copa do Mundo, previsto para o dia 21 de maio.

Antes da operação, o médico Rodrigo Lasmar disse que o atacante vai voltar aos gramados em, no máximo, três meses.

Caso a reabilitação seja longa, o atacante só terá condições de jogar na reta final do período de preparação da seleção para a Copa da Rússia. 

PORTARIA AGITADA

A presença de Neymar agitou a portaria do hospital. Por volta das 10h, um grupo de amigos chegou com um isopor cheio de cervejas e ficou cantando pagodes na calçada em frente do Mater Dei.

"Vou beber, vou farrear", cantavam os estudantes, vestidos com camisas de clubes e da seleção brasileira. Alguns usavam máscaras com o rosto de Neymar. Um deles fantasiado de dinossauro.

A calçada também serviu para uma pelada improvisada por dois meninos de sete anos vestidos com a camisa da seleção. O bate-bola foi registrado por dezenas de fotógrafos.

Por volta do meio dia, um grupo de mais de 30 motoqueiros aproveitou a presença dos jornalistas e fizeram um protesto na porta do hospital contra o aumento dos combustíveis. 

A chegada dos motoqueiros complicou o trânsito nos arredores. Eles ficaram cerca de 20 minutos na portaria, tiraram fotos com faixas e ainda puxaram um "Fora, Temer!".

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Edhucca

Últimas de Esportes

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber