Facebook Img Logo
  1. Banner
Mais lidas
Esportes

Sem saber vencer, São Paulo vive pressão sobre Dorival

.

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A situação do técnico Dorival Júnior se agravou no São Paulo. O time foi incapaz de superar a defesa da Ferroviária e empatou sem gols neste domingo (25), no Morumbi. Vaias e xingamentos direcionados ao treinador e aos atletas foram ouvidos depois do encerramento do duelo.

Com o resultado, o São Paulo chega ao terceiro jogo sem vitória no Paulista. O time havia perdido os últimos dois compromissos no Estadual, contra Santos e Ituano.

O empate complica a situação do time no Grupo B. O São Paulo está com 11 pontos, um a mais do que São Caetano e Ponte Preta, cujo jogo não tinha acabado até o fechamento desta edição.

A pontuação do São Paulo é idêntica à de quatro clubes que ocupam as segundas e terceiras posições de outras chaves. Também é inferior à de Bragantino e São Bento, vice-líderes dos grupos A e C.

A próxima partida da equipe será decisiva para o futuro de Dorival. O São Paulo receberá o CRB, quarta-feira (28), no Morumbi, pela terceira fase da Copa do Brasil. Um novo tropeço pode ser determinante para a queda do treinador, criticado por não ter dado um padrão de jogo à equipe nos onze jogos disputados até aqui.

"O prazo para um treinador no Brasil é de três meses. Parece que é prazeroso ver uma mudança de técnico", disse Dorival após o jogo.

"Sou responsável e tenho capacidade de fazer o time chegar mais longe, mas preciso de tempo e paciência", acrescentou o treinador.

A fim de corrigir a lentidão no ataque, um dos maiores defeitos do São Paulo, Dorival tirou Nenê do time titular e escalou Valdívia aberto pelo lado esquerdo do ataque.

O técnico havia dito em janeiro que não tinha solicitado a chegada de Nenê. Já Valdívia, que teve boa atuação na derrota por 2 a 1 para o Ituano, na quarta-feira (21), veio para o time por indicação dele.

O esquema tático foi mantido no 4-2-3-1, com Diego Souza posicionado como atacante. O jogador, que custou R$ 10 milhões, ficou menos estático no primeiro tempo. Por diversas vezes ele saiu de perto da área para ajudar na construção das jogadas, trocando de posição com Cueva.

Por conta da fragilidade técnica da Ferroviária, o São Paulo assumiu o controle da partida sem precisar de muito esforço. O time manteve a posse de bola, mas, assim como em jogos anteriores, não conseguiu chegar ao ataque.

A impaciência da torcida ficou clara após o fim do primeiro tempo. O time foi para o vestiário ao som de vaias.

Fora do Morumbi, torcedores do São Paulo brigaram entre si até serem contidos pela Polícia Militar. Sete pessoas foram presas, segundo a Rádio Globo.

Dorival não alterou o time no intervalo da partida. Ele esperou 11 minutos para tirar Diego Souza, que foi vaiado pela torcida, para promover a entrada de Tréllez --atacante de origem.

Aos 17 minutos, o técnico desfez a mudança que implementou para esta partida e trocou Valdívia por Nenê. A torcida reprovou e o xingou de "burro".

Sem mostrar organização tática -e sem sofrer ameaças na defesa-, o São Paulo passou a ter o zagueiro Rodrigo Caio auxiliando na armação ofensiva. O volante Hudson também subiu com frequência ao ataque e até arriscou finalizações, sem sucesso.

Aos 31 minutos, o peruano Cueva perdeu um gol feito. O jogador ficou de frente para a meta da Ferroviária, mas teve a finalização cruzada defendida por Tadeu.

"Faltou caprichar um pouco mais. Eu nunca vou correr da responsabilidade e vou continuar tentando ajudar o time", afirmou Cueva.

Ao final do duelo, a torcida do São Paulo cobrou, entre xingamentos, respeito com a camisa tricolor.

Para Rodrigo Caio, as cobranças não podem ser destinadas só a Dorival. "O técnico sempre leva a culpa, mas quem está em campo tem grande parcela nisso", afirmou o zagueiro.

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Edhucca

Últimas de Esportes

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber