Facebook Img Logo
  1. Banner
Mais lidas
Esportes

Com gol relâmpago e primeiro de Jael, Grêmio bate o Novo Hamburgo e deixa degola

.

MARINHO SALDANHA

PORTO ALEGRE, RS (UOL/FOLHAPRESS) - Antes mesmo de 30 segundo de jogo, o Grêmio já vencia. E seguiu assim até o apito final. Neste sábado (24), o time de Porto Alegre contou com uma brilhante atuação de Thonny Anderson e o primeiro gol de Jael para bater o Novo Hamburgo por 3 a 0, na Arena. De quebra, deixou a incômoda última posição no Campeonato Gaúcho.

Agora com sete pontos, o Grêmio saiu da zona de rebaixamento, pulou para o nono lugar, mas ainda está fora da zona de classificação para a segunda fase da competição. Já o Novo Hamburgo fez o caminho inverso. Atual campeão gaúcho, o time do Vale dos Sinos tem seis pontos e agora é penúltimo.

O resultado também embala o Grêmio para estreia na Libertadores. Na terça-feira, o time dirigido por Renato Gaúcho inicia a briga pelo tetracampeonato no Uruguai contra o Defensor (URU), em Montevidéu.

Não houve um jogador sequer em campo que tenha feito mais do que Thonny Anderson. O ex-cruzeirense marcou o primeiro gol deixando o marcador no chão. E não foi só isso. Distribuiu dribles, caneta, chapéu, jogadas de efeito, toques de calcanhar. No segundo gol, driblou três vezes o mesmo adversário até cruzar para Jael escorar e Michel marcar.

O primeiro gol saiu com 20 segundos. Jael recebeu passe e enfiou para Thonny Anderson, que cortou e bateu no canto esquerdo de Michel Alves. O caminho ficou aberto para o Grêmio. O jogo tornou-se totalmente controlado. E a prova disso aconteceu a partir dos 12min, quando Michel acertou a trave, dando início a uma série de novas oportunidades.

Jael não se mostrou preocupado em ter mais de um ano de Grêmio e, até então, não ter marcado um gol sequer. Aos 34min do primeiro tempo, depois de outra linda jogada de Thonny Anderson, que driblou três vezes um adversário, o centroavante poderia ter tentado o gol. Ficou cara a cara com Michel Alves ao receber cruzamento, mas foi solidário e rolou Michel fazer o segundo.

A recompensa para o centroavante aconteceu aos 43min do segundo tempo ao marcar, de pênalti, o gol que definiu o placar, acabando com um jejum de um ano e três meses. Ele tirou a camisa e vibrou muito, como se saísse um peso das costas.

GRÊMIO

Paulo Victor; Madson, Paulo Miranda, Bressan, Marcelo Oliveira; Michel, Jaílson (Alisson), Ramiro, Thonny Anderson (Lima), Everton (Maicosuel); Jael.

T.: Renato Gaúcho

NOVO HAMBURGO

Michel Alves; Bindé, Roberto Dias, Julio Santos, Assis; David (Renan), Diogo Oliveira, Zotti (Henrique Santos), Juninho; Ricardo Lobo (Branquinho), Jean Silva. T.: Beto Campos

Estádio: Arena do Grêmio, em Porto Alegre (RS)

Juiz: Leandro Vuaden

Renda: R$ 399.817,00

Público:12.964 (total)

Cartões amarelos: Julio Santos (Novo Hamburgo); Jael (Grêmio)

Gols: Thonny Anderson, aos 20 segundos do primeiro tempo, Michel, aos 34min do primeiro tempo, e Jael, aos 43min do segundo tempo

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Edhucca

Últimas de Esportes

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber