Facebook Img Logo
Mais lidas
Esportes

Com dois gols de Sóbis, Cruzeiro vence Boa e segue invicto em 2018

.

THIAGO FERNANDES

BELO HORIZONTE, MG (UOL/FOLHAPRESS) - O Cruzeiro venceu o Boa Esporte na tarde deste sábado (24), no Mineirão, por 3 a 0 e permanece invicto na temporada. Rafael Sóbis (duas vezes) e Federico Mancuello marcaram os gols do jogo válido pela oitava rodada do Campeonato Mineiro.

Com o resultado, o Cruzeiro chega a 22 pontos e ocupa a liderança isolada do Estadual. O vice-líder, América-MG, está oito pontos atrás do time de Mano Menezes. O Boa Esporte, por outro lado, ocupa a sexta colocação, com 11 pontos.

Rafael Sóbis voltou a balançar as redes com as cores do Cruzeiro depois de quatro meses. O atacante deixou a sua marca na vitória sobre o Boa Esporte em ótimo passe de Mancuello. É o primeiro do camisa 7 desde 18 de outubro de 2017. Desde então, ele ficou 324 minutos (11 jogos) sem fazer gols.

No segundo tempo, o atacante voltou a estufar as redes. Ele aproveitou jogada de Arrascaeta para balançar a rede de Fabrício.

Outro destaque do time celeste foi Mancuello. Contratado no início de 2017 pelo Flamengo, o argentino chamou a atenção pelos dois gols em seus quatro primeiros jogos. Agora no Cruzeiro, ele repete o início obtido no Rio de Janeiro. Em seu quarto compromisso pelo clube, o argentino chegou ao segundo gol. O primeiro foi diante do Democrata/GV, às vésperas do Carnaval.

Uma polêmica chamou a atenção logo no primeiro minuto de jogo. Raniel recebeu lançamento de Marcelo Hermes e invadiu a área do Boa Esporte. O atacante tentou driblar o goleiro rival e foi ao chão. Ele pediu pênalti, mas o juiz Marco Aurelio Augusto Fazekas Ferreira não marcou.

Para sorte do Cruzeiro, a penalidade não fez falta, já que, no minuto seguinte, Rafael Sóbis abriu o placar. Raniel tocou para Mancuello que foi à linha de fundo pela esquerda e cruzou para o atacante apenas desviar para o gol.

O segundo gol veio aos 39min. Raniel segurou a bola no meio-campo e lançou Mancuello, que ganhou da defesa do Boa na velocidade e tocou no canto esquerdo na saída do goleiro.

O gol que decretou o placar final só saiu aos 41min do segundo tempo. Rafael Sóbis recebeu passe na intermediária e, com a bola quicando, chutou no canto direito para fazer seu segundo gol.

Nessa partida, o Cruzeiro atuou praticamente com uma formação reserva. A ideia era preservar os principais jogadores para a estreia na Libertadores, que acontece na terça-feira, contra o Racing, na Argentina. Thiago Neves e Romero foram os únicos titulares escalados. No segundo tempo, também entraram Arrascaeta e Henrique.

CRUZEIRO

Rafael; Lucas Romero, Dedé, Digão, Marcelo Hermes; Lucas Silva, Bruno Silva (Henrique), Mancuello, Thiago Neves (Arrascaeta); Rafael Sóbis, Raniel (Rafael Marques). T.: Mano Menezes

BOA ESPORTE

Fabrício; Sapé, Caíque, Renato Justi, Elivélton Foguinho; Amaral, Hélder, Jhon Cley (Marcílio); Alyson, Christiano (Erick Samuel), Gabriel Pereira (João Guilherme). T.: Sidney Moraes

Estádio: Mineirão, em Belo Horizonte (MG)

Juiz: Marco Aurélio Augusto Fazekas Ferreira

Cartão amarelo: Lucas Silva (Cruzeiro); Renato Justi (Boa Esporte)

Gols: Rafael Sóbis, aos 2min do primeiro tempo e aos 41min do segundo tempo, e Mancuello, aos 39min do primeiro tempo

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

mais notícias

Últimas de Esportes

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber