Facebook Img Logo
Mais lidas
Esportes

Brasileira cai na final e fica sem medalha na patinação artística

.

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A brasileira Isadora Williams, 22, não teve um bom desempenho na final da patinação artística no gelo e ficou sem chance de medalha nos Jogos de Inverno de PyeongChang. 

Nervosa, ela caiu no início da apresentação, perdeu pontos e encerrou a noite com nota de 88,4. A música escolhida por Isadora foi uma versão latina do tema do filme "Missão Impossível 2".

Isadora foi a primeira atleta sul-americana a avançar para a etapa do programa livre numa Olimpíada. Ela se classificou na terça (20) para a final, ao ficar na 17ª colocação, com nota de 55,74 pontos no programa curto.

Ela somou 144,18 pontos e, no momento em que terminou a prova, ficou com o 12º lugar na classificação geral. Outras 12 atletas se apresentariam na Gangneung Ice Arena antes da definição da tabela final. No total, 24 competidoras se apresentam nesta quinta (22).

Ao SporTV, Isadora disse que ficou nervosa ao aguardar sua vez de entrar no rinque. Ela foi a última atleta a se apresentar na segunda bateria -cada uma composta por seis patinadoras.

"Precisei esperar uns 30 minutos para entrar. Fiquei muito nervosa nesse período", afirmou. Ela disse que não sabe se treinará para participar da próxima edição da Olimpíada. "Eu vou estar com 26 anos, não sei dizer agora. Isso é muito velho para patinação." 

Com a posição, Isadora não conseguirá bater o melhor resultado de um atleta brasileiro na história dos Jogos de Inverno. O recorde pertence a Isabel Clark, que conquistou a nona colocação no snowboard na Olimpíada de Turim, na Itália, em 2006.

Esta foi a segunda Olimpíada de Isadora. Em 2014, ela conquistou a inédita vaga olímpica para o Brasil na patinação artística no gelo. Na competição, porém, não conseguir fazer uma boa apresentação e terminou na última posição (30ª).

Filha de mãe brasileira e pai americano, Isadora nasceu em Marietta, no estado da Geórgia (EUA), e nunca morou no Brasil. Ela possui dupla cidadania e, apesar de viajar ao país apenas ocasionalmente, desde os 9 anos manifestava o desejo de representá-lo em torneios.

Nos últimos oito anos, Isadora foi a responsável por elevar o patamar da patinação artística no gelo do Brasil. Nesse período, conquistou seis medalhas internacionais na modalidade (as primeiras do país). Além disso, conquistou o melhor resultado brasileiro em um Mundial de Patinação Artística -25º lugar no Mundial de London (CAN), em 2013, superando a 27ª posição de Kevin Alves em Turim-2010.

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

mais notícias

Últimas de Esportes

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber