Facebook Img Logo
  1. Banner
Mais lidas
Esportes

Opções reduzidas deixam Atlético-MG pressionado na escolha do novo técnico

.

VICTOR MARTINS

BELO HORIZONTE, MG (UOL/FOLHAPRESS) - "Estamos com dois ou três nomes de peso que possam assumir o Atlético-MG", declarou o presidente do clube mineiro, Sérgio Sette Câmara, no sábado (10), para a Rádio Itatiaia.

Mas, quase uma semana depois de o técnico Oswaldo de Oliveira ser demitido, o Atlético-MG segue sem ter um novo treinador. As primeiras investidas no clube foram em Abel Braga, atualmente no Fluminense, e Cuca, sem clube no momento. Porém, ambos rejeitaram. Cada um com seu motivo, o que deixou a diretoria alvinegra pressionada.

Nos últimos dias, a diretoria do Atlético passou muitas horas reunidas e os contatos telefônicos são constantes. Nessa terça-feira, por exemplo, enquanto os jogadores treinavam no campo, a cúpula alvinegra estava reunida na Cidade do Galo. Tudo para acertar o mais rápido possível como o novo comandante. O desejo é ter um novo técnico no CT até o final de semana.

Daqui uma semana, no dia 21, o Galo entra em campo para enfrentar o Botafogo-PB, pela Copa do Brasil. Embora seja apenas a segunda fase da competição, o jogo único, fora de casa, vale demais no orçamento atleticano. Em uma temporada em que o controle financeiro é tido como fundamental pelo presidente Sette Câmara, continuar vivo na Copa do Brasil tem grande importância para o Atlético. Em caso de triunfo, o time vai receber mais R$ 1,4 milhão por chegar à terceira fase do torneio.

Enquanto a diretoria não se acerta com o novo treinador, o auxiliar Thiago Larghi segue no comando. Foi ele quem comandou o treino dessa terça-feira e vai ser assim nesta quarta-feira. A tendência é que o interino fique mais alguns dias no comando. Neste domingo (18), o time enfrenta o América-MG, pela sétima rodada do Campeonato Mineiro.

"A gente está na espera, estamos ansiosos. Mas agora, quem está comandado é o Thiago. Temos que ouvir e colocar em prática tudo o que ele determinar. Vem fazendo um trabalho muito bom. Quem vier, vai ser abraçado. A gente precisa dessa ajuda dentro do vestiário, de conversar, de ter a confiança de um cara que vem para ajudar", comentou o zagueiro Iago Maidana, que foi titular na derrota do Atlético para a Caldense.

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Edhucca

Últimas de Esportes

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber