Mais lidas
Esportes

Botafogo leva virada da Aparecidense e é eliminado da Copa do Brasil

.

RIO DE JANEIRO, RJ (UOL/FOLHAPRESS) - O Botafogo foi eliminado da Copa do Brasil, em sua estreia, ao perder para a Aparecidense-GO por 2 a 1, nesta terça-feira (6), fora de casa.

O resultado leva Aparecidense para a segunda fase da competição, na qual encara o Cuiabá, ainda sem data definida.

O Botafogo, agora, tem mais decisão pela frente, só que pela Taça Guanabara. O time decide uma vaga na final com o Flamengo em clássico que será realizado no sábado de Carnaval (10), em Volta Redonda.

Ainda sem brilhar na temporada, o Botafogo inovou diante da Aparecidense e utilizou uma formação com três zagueiros. Para a volta de Carli ao lado de Marcelo e Igor Rabello, o técnico Felipe Conceição optou pela saída de Léo Valência. O chileno era um dos jogadores que mais vinha sendo questionado neste início de ano.

A fragilidade do adversário ficou exposta logo nos primeiros minutos. Jogando em linha, a zaga da Aparecidense ficava vulnerável às enfiadas de bola do Botafogo.

Em uma delas, João Paulo deixou Rodrigo Pimpão livre aos 7min. E ele aproveitou para fazer um golaço —o atacante tocou com categoria e encobriu Busatto.

Com a clara superioridade técnica do Botafogo, a Aparecidense tentava surpreender de alguma forma para evitar a eliminação. Uma das armas escolhidas foi o chute de longe. E quase deu certo.

Aos 15min, Wagner pegou firme de fora da área e a bola fez uma curva. Jefferson, que já havia passado da bola, conseguiu voltar e espalmar a tempo. Quase o empate.

O jogo estava aparentemente tranquilo para o Botafogo, que apenas controlava o duelo. Mal veio o segundo tempo e Aparecidense chegou ao empate.

O gol veio do experiente Nonato, de 38 anos, que estufou as redes de Jefferson na primeira oportunidade que teve. Ele aproveitou falha de Marcelo e, de cabeça, tirou o goleiro do lance: 1 a 1.

O gol marcado por Nonato logo aos 3min do segundo tempo acabou com o Botafogo. O time passou a ser pressionado pelos donos da casa após o empate. Apesar da diferença técnica, o clube alvinegro foi dominado e passou alguns apertos ao tentar segurar o resultado.

Aos 37min do segundo tempo, Rodrigo Pimpão reclamou de maneira veemente uma falta não marcada e foi expulso pela arbitragem. No primeiro lance de ataque com um homem a mais em campo, a Aparecidense chegou à virada. Gustavo Ramos aproveitou nova falha da defesa e decretou a virada.

APARECIDENSE-GO

Busatto; Everton, Filipe, Mirita e Helder; Uederson, Wagner, Thiago Ulisses (Cristian) e Alex Henrique (Gustavo Ramos); Aleilson (Kaio Wilker) e Nonato. T.: Márcio Azevedo

BOTAFOGO

Jefferson; Arnaldo, Marcelo, Joel Carli, Igor Rabello e Gilson; Dudu Cearense (Rodrigo Lindoso), Luiz Fernando (Renatinho), João Paulo e Rodrigo Pimpão; Brenner (Kieza). T.: Felipe Conceição

Estádio: Aníbal Batista de Toledo, em Aparecida de Goiânia (GO)

Juiz: Flavio Rodrigues de Souza (SP)

Cartões amarelos: Wagner e Kaio Silva (APA); Gilson, Luiz Fernando e Arnaldo (BOT)

Cartão vermelho: Rodrigo Pimpão (BOT)

Gols: Rodrigo Pimpão (BOT), aos 7min do primeiro tempo; Nonato (APA), aos 3min, Gustavo Ramos (APA), aos 38min do segundo tempo




×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber