Facebook Img Logo
Mais lidas
Esportes

Com Messi só no 2º tempo, Piqué salva o Barcelona de derrota em dérbi

.

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) - Vaiado pela torcida local, o zagueiro Piqué salvou o Barcelona de sua primeira derrota no Campeonato Espanhol ao marcar um gol no fim da partida e garantir o empate por 1 a 1 no dérbi com o Espanyol, fora de casa, neste domingo (4), em jogo válido pela 22ª rodada. Moreno fez para os mandantes.

Com o resultado, o Barcelona, que teve Philippe Coutinho entre os titulares, enquanto Lionel Messi entrou apenas no segundo tempo, continua com folga na liderança da competição. Tem 58 pontos, contra 46 do segundo colocado, o Atlético de Madri, e vantagem de 19 para o Real Madrid. Já o Espanyol é o 15º, com 25 pontos.

O resultado também dá ao time de Ernesto Valverde um recorde. É o primeiro na história do clube a passar da 22ª rodada do Campeonato Espanhol invicto. Esta marca pertencia ao Barça de 2009/10, que era dirigido por Pep Guardiola, hoje no Manchester City. Depois de 21 jogos sem ser derrotada naquela ocasião, perdeu a invencibilidade no dia 11 de fevereiro de 2010, quando caiu diante do Atlético de Madri.

O Barcelona foi vaiado constantemente em campo, mas nenhum jogador foi tão contestado como Piqué. Recentemente, o jogador se referiu ao clube rival como "Espanyol de Cornellà", e não de Barcelona. Cornellà de Llobregat é um município da província de Barcelona. E quando o Espanyol parecia estar muito perto da vitória, foi justamente Piqué que marcou, aos 37 minutos do segundo tempo, de cabeça, o gol do empate da partida.

A partida quase teve o primeiro gol de Philippe Coutinho pelo Barcelona. Aos 22 minutos do primeiro tempo, ele recebeu um passe de Digne na entrada da área, ajeitou a bola e, do jeito que ele gosta, chutou colocado de perna direita para acertar o travessão do goleiro Diego López, que chegou a pular para tentar fazer a defesa, mas não chegou nem perto.

No primeiro tempo, o Barcelona dominou as ações. Teve 74% da posse de bola e deu sete chutes a gol, contra quatro do Espanyol. De qualquer forma, o time mandante não estava morto. Mesmo em casa, apostava nos contra-ataques rápidos e tentava apertar a saída de bola do adversário. As chances de gol foram poucas nos primeiros 45 minutos, mas aconteceram, como num chute (e defesa de Ter Stegen) e uma cabeçada de Léo Baptistão.

Aos 13 minutos do segundo tempo, Valverde finalmente colocou Messi em campo no lugar de Alcácer, justamente quando a chuva apertou e deixou o gramado encharcado. Com isso, o Barcelona, um time que gosta de toques rápidos e jogadas no chão, teve muitas dificuldades no ataque.

O Espanyol jogava por um erro do Barcelona. E ele veio aos 21 minutos da segunda etapa. Ter Stegen bateu mal um tiro de meta e a bola sobrou para o Espanyol. Pela direita, Sergio Garcia cruzou e Moreno cabeceou para as redes para abrir o placar. Stegen tocou na bola, mas não o suficiente para evitar o gol.

A salvação veio aos 37min. Em cobrança de falta da esquerda, Messi levantou, e Piqué desviou de cabeça para empatar a partida. E em um revide às vaias, o zagueiro do Barcelona fez o gesto de pedido de silêncio à torcida do Espanyol.

Na próxima rodada do Campeonato Espanhol, o Espanyol visita o Celta, no domingo (11), enquanto o Barcelona recebe o Getafe, no mesmo dia.

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

mais notícias

Últimas de Esportes

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber