Facebook Img Logo
  1. Banner
Mais lidas
Esportes

Chape pede exclusão do Nacional da Libertadores após ofensas de torcedores

.

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) - A Chapecoense entrou com uma representação na Conmebol contra o Nacional-URU nesta sexta-feira (2) por conta dos gestos ofensivos de torcedores uruguaios, em alusão ao acidente aéreo ocorrido em 2016, durante partida da última quarta-feira, pela Taça Libertadores.

No documento, os catarinenses pedem a exclusão do time uruguaio da competição internacional.

O clube alviverde se apega ao artigo 33, item 2, do regulamento da principal competição sul-americana para pedir a expulsão do Nacional. A Chapecoense exige um julgamento antes do jogo da volta da segunda fase preliminar da Libertadores, marcado para o dia 7, em Montevidéu.

Na partida em que o torcedor ironizou as 71 vítimas da tragédia na Colômbia, o Nacional levou a melhor no gramado ao bater os catarinenses por 1 a 0. Basta um empate para os uruguaios avançarem de fase na Libertadores.

Quem passar disputa contra Banfield-ARG ou Independiente Del Valle-EQU uma vaga na fase de grupos do torneio.

Enquanto a Chapecoense adotou uma postura ofensiva nesta questão, pedindo a exclusão dos uruguaios, o Nacional tomou atitudes para amenizar uma possível punição da Conmebol.

O clube decidiu expulsar o torcedor que imitou a queda de um avião e se disse "envergonhado" com o ato.

Confira o comunicado oficial da Chapecoense:

"A Associação Chapecoense de Futebol, tendo em vista os episódios lamentáveis, proporcionados por torcedores do Club Nacional de Football, na última quarta-feira, pela segunda fase da Conmebol Libertadores em Chapecó, encaminhará à CONMEBOL um pedido de intervenção de terceiro, a ser apresentado junto a Unidade Disciplinar da Confederação.

O pedido está baseado no artigo 33, item 2, do regulamento geral de competições da Conmebol e solicita, em preliminar, que o julgamento ocorra antes do dia 7 ou que se adie o jogo para que somente seja realizado após o julgamento.

A Associação Chapecoense de Futebol pede, no mérito, que o Club Nacional de Football seja excluído da Conmebol Libertadores, com base nos artigos 8 e 14, do mesmo regulamento."

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Edhucca

Últimas de Esportes

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber