Mais lidas
Esportes

Proibir grid girls é estúpido e vai contra mulheres, diz tricampeão da F1

.

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) - A decisão de acabar com a função de grid girls continua dando o que falar no mundo da Fórmula 1. Depois de Bernie Ecclestone criticar a decisão, foi a vez do tricampeão Niki Lauda se colocar contrário à postura da Liberty, dona da categoria, que disse que a prática vai contra seus valores. “Essa decisão é contra as mulheres. Os homens tomaram a decisão sobre a cabeça das mulheres. Isso não está fazendo nenhum favor para a Fórmula 1, muito menos para as mulheres”, disse ao jornal austríaco Der Standard.

Atualmente na função de presidente não-executivo da Mercedes, Lauda pediu que a entidade reverta a decisão. “O quão estúpido eles podem ser? São idiotas? Espero que haja uma maneira de reverter essa decisão. Não me importaria em ver rapazes ao lado das garotas no grid. Por que não?”. “Grid girls sempre pertenceram à Fórmula 1, e elas têm que continuar pertencendo. Mulheres estão intensificando sua presença (em cargos de liderança) e estão fazendo isso muito bem. Isso é caminhar na direção certa”.

Na visão de Lauda, a decisão pode acabar afetando outros esportes, como basquete e futebol americano, que contam com líderes de torcida. “Mas uma coisa não exclui a outra. Não quero prender as mulheres, quero incentivá-las. Se continuarmos nesse caminho, não sobrará líderes de torcida na América”.




×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber