Facebook Img Logo
  1. Edhucca Banner
Mais lidas
Esportes

Seleção Adulta de Apucarana foi destaque do futsal nos anos 60 e 70

.

Em pé: Sonera, Reuvalmiro, Rubão, Bettelli, Márcio e Roberto. Agachados: Tadeu, Marcos, Sacola e Cooxim. Time de Apucarana, campeão dos JAP´s em 1968 em Arapongas - Foto: Arquivo Pessoal
Em pé: Sonera, Reuvalmiro, Rubão, Bettelli, Márcio e Roberto. Agachados: Tadeu, Marcos, Sacola e Cooxim. Time de Apucarana, campeão dos JAP´s em 1968 em Arapongas - Foto: Arquivo Pessoal

Em dez anos nos Jogos Abertos do Paraná (JAP´s), mas precisamente de 1968 a 1978, a seleção de futsal de Apucarana fez história na modalidade da bola pesada no Estado. Foram dois títulos e duas terceiras colocações na principal competição amadora do Paraná. 

O primeiro título foi conquistado em 1968, em Arapongas. O técnico era Áureo Francisco Silva, o Caixote, e a final foi realizada contra Londrina, grande força do salonismo naquela época.

O fixo apucaranense Armando Bettelli, que fez parte daquele esquadrão, disse que antes da final, Apucarana fez vários jogos e foi passando um a um com grandes vitórias. “Lembro que no dia da final antes do jogo, o técnico londrinense foi cumprimentar o Áureo e disse pra ele se estava satisfeito com o vice-campeonato”, destaca. “Aquela declaração nos deu mais força e incentivo para alcançar a vitória e consequentemente o título”, disse Bettelli, que substituiu Reuvalmiro, que fraturou o pé direito durante a partida decisiva. Num jogo tenso e muito disputado, Apucarana venceu por 2 a 1 e a partir dali passou a ser conhecido no futsal estadual. Foram campeões Chico Soneira, Roberto, Reuvalmiro, Rubão, Bettelli, Marcos, Márcio Riva, Tadeu, Sacola, Cooxim, Ivo e Duduto. 

Cinco anos depois, em Maringá, o futsal de Apucarana voltava ao lugar mais alto do pódio nos Jogos Abertos do Paraná. Com alguns atletas novos e mantendo uma base mais experiente, os apucaranenses foram muito bem na fase de grupos e depois venceram os adversários no mata-mata. Remanescente do time de 1968, Bettelli disse que na final, Apucarana derrotou Ivaiporã por 3 a 0. O adversário na decisão foi uma surpresa, pois eram apontados como favoritos na competição as equipes de Londrina, Maringá, Campo Mourão, Rolândia e Curitiba. Outra surpresa da competição foi Astorga, que ficou com a medalha de bronze. 

Naquele ano foram campeões os jogadores Serea, Roney, Reuvalmiro, Bettelli, Marcos Riva, Sabiá, Armandão, Bassinho e Baccette. 

No futsal, Bettelli ainda fez parte das equipes do Ases de Ouro (base da seleção apucaranense), Tevê Tibagi, Paranamotor, Leca e Municipal. Porém, começou a praticar esporte jogando futebol no início da década de 60 no Grêmio Esportivo e Recreativo Apucarana (Gera), formando dupla de zaga com Agentil de Freitas, que depois veio a ser técnico do Apucarana Atlético Clube nos anos 70 e 80. Ainda no futebol foi zagueiro do Apucarana Futebol Clube no Campeonato Paranaense de 1971, jogando ao lado de Carlinhos, Raimundo, Português, Mineiro, Coró, Mingo, Coelho, Armandão, João Evangelista e Mota.

Voltando ao futsal, sem Bettelli, Apucarana foi terceiro colocado dos JAP´s em 1977 em Arapongas e em 1978 em Maringá. No final da carreira jogou futebol suíço nas equipes do Vaca e da Afap. Trabalhou por muitos anos na Câmara Municipal de Apucarana e se aposentou em 1989. Casado e pai de uma filha, Bettelli reside na Vila Feliz em Apucarana.

 

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Edhucca

Últimas de Esportes

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber