Facebook Img Logo
  1. Banner
Mais lidas
Esportes

Em jogo adiado, São Paulo vence Inter nos pênaltis e vai à final da Copinha

.

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) - Iniciado na segunda-feira (22) e adiado por causa de forte chuva, o duelo entre São Paulo e Internacional pela semifinal da Copa São Paulo teve, nesta terça-feira (23), um final —no caso, feliz apenas para os meninos do time paulista.

Sob forte sol, o jogo acabou empatado em 1 a 1 —placar que já havia sido consolidado no dia anterior, com gols de Luan, para os tricolores, e Richard, aos colorados— e foi decidido nas penalidades. A equipe do Morumbi venceu por 6 a 5 e carimbou o passaporte para a finalíssima contra o Flamengo, na próxima quinta-feira (25), às 10h (de Brasília), no estádio do Pacaembu —a expectativa é de casa cheia já que será feriado em São Paulo em comemoração ao aniversário de 464 anos da cidade.

Nos pênaltis, o São Paulo chegou a ficar na frente, mas Igor Liziero parou no goleiro Carlos Miguel na quinta cobrança. O jogador já havia perdido uma penalidade no dia anterior, durante o primeiro tempo da partida.

Os tiros alternados determinaram a equipe na grande decisão. Rodrigo, Igor Gomes, Oliveira, Tuta, Walce e Toró converteram para o São Paulo. O goleiro tricolor Júnior ainda defendeu cobrança de Bruno Fuchs e contou com chute para fora de Leandro Córdova.

Durante o tempo normal, as duas equipes buscaram o gol a todo o tempo. As melhores oportunidades foram em bola parada, principalmente do São Paulo.

ANTES DA PAUSA

Na parte da semi disputada na segunda-feira, os são-paulinos, comandados por André Jardine, abriram o placar com 33 segundos de bola rolando, em belo chute de fora da área de Luan, que recebeu passe de peito de Helinho.

Com total domínio do jogo, o São Paulo desperdiçou oportunidades e poderia ter ampliado aos 28min, em cobrança de pênalti de Liziero defendida por Carlos Miguel.

Antes, o Inter quase empatou com Richard, que se esticou para alcançar cruzamento rasteiro, mas errou na hora de finalizar para o gol vazio.

No fim do primeiro tempo, a chuva chegou à Grande São Paulo e ganhou força gradativamente. Na volta do intervalo, o gramado da Arena Barueri estava dominado pelas poças d'água, e mesmo assim a decisão da FPF (Federação Paulista de Futebol) foi dar andamento à semifinal.

Com o meio de campo impraticável para o futebol, as duas equipes passaram a dar chutões. Em um deles, aos quatro minutos, Toró ganhou a dividida com o goleiro Carlos Miguel e chutou com o gol aberto, mas o zagueiro Bruno Fuchs evitou que o time tricolor ampliasse.

Com 10min no cronômetro, o clube colorado teve um pênalti marcado a seu favor, após Diego derrubar Luiz Felipe na grande área. Mas, na hora de cobrar, o temporal ficou mais forte e parte da iluminação da Arena Barueri apagou.

Além da chuva forte, o entorno do estádio passou a ser alvo de raios, deixando a situação perigosa para a integridade de jogadores e torcedores.

Após dez minutos de paralisação, o árbitro Thiago Scaracati ignorou os riscos do mau tempo e, com a iluminação restabelecida, deu sequência à partida. Richard, então, cobrou a penalidade com força, no meio do gol, empatando para o Inter.

Depois de seguidas reclamações até dos jornalistas à beira do gramado, o jogo voltou a ser interrompido, aos 17min, para ser retomado a partir das 15h desta terça.

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Edhucca

Últimas de Esportes

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber