Facebook Img Logo
  1. Banner
Mais lidas
Esportes

Palmeiras age em duas frentes para um 2018 mais vitorioso

.

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) - O Palmeiras tinha grandes expectativas para fazer um grande ano em 2017. O alto investimento em reforços como Borja e Guerra provavam o desejo por títulos relevantes, como o da Copa Libertadores da América. As taças não vieram, mas o clube parece saber exatamente o porquê dos planos terem falhado na temporada passada. E mais: já apresenta soluções para os problemas.

Para Tchê Tchê, parte dos insucessos do último ano pode ser atribuída à demora para instaurar um espírito coletivo. O volante crê que um ambiente agradável e de união contribui para que haja mais cumplicidade em campo. "Todos foram muito cobrados, algo pesado no ano passado. Neste ano, vamos nos unir mais desde o começo para formar um grupo fechado", ponderou.

Uma proximidade maior entre os atletas também está no centro da solução que o técnico Roger Machado apresenta. Mas na teoria do treinador isso envolve mais questões táticas, e não de comportamento, como citado por Tchê Tchê. O comandante alviverde pretende impor um estilo de jogo de aproximações, que facilitem a troca de passes e ajude principalmente a controlar o fôlego no início de uma temporada apertada pela disputa da Copa do Mundo.

"Tenho gostado da nossa organização quando estamos defendendo, das pressões quando empurramos o adversário, das saídas do campo de trás tocando... Temos usado poucas bolas longas. A gente precisa trabalhar bastante para que haja um entendimento desse momento de você conseguir ganhar as costas do adversário. E quando ganhar, ter o jogador de velocidade", analisou o técnico.

Aprimorar esse estilo de jogo, obviamente, tem grande responsabilidade da comissão técnica, com apoio dos analistas do clube. Com a forma de atuar cada vez mais estabelecida e absorvida pelos jogadores, as individualidades ganham peso e passam a desequilibrar as partidas pelo próprio instinto: "Fazemos as correções pelo feedback que tiramos dos vídeos, mas a parte do jogador é sinestésica".

O próximo teste para essas soluções apresentadas pelo Palmeiras será às 21h30 de quinta-feira, contra o Red Bull Brasil. O confronto será no Allianz Parque e Roger ainda tem dúvidas sobre usar o mesmo time novamente, depois de repetir a formação nas duas primeiras rodadas do Paulistão.

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Edhucca

Últimas de Esportes

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber