Facebook Img Logo
Mais lidas
Esportes

Cansado, Pelé cancela presença em homenagem em Londres

.

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Pelé cancelou sua participação em uma homenagem que ele receberia em Londres no próximo domingo (21). O ex-jogador havia sido convidado pela associação de cronistas esportivos da Inglaterra, FWA (Football Writers' Association), para o evento na capital inglesa.

Segundo a assessoria do jogador, ele se sentiu cansado após viajar para o Rio para participar da abertura do Campeonato Estadual, na última segunda (15), e desistiu de participar do evento devido à longa viagem para a Inglaterra.

Nesta sexta (19), a FWA publicou nota em seu site em que dizia que Pelé não participaria da homenagem por ter "desmaiado" na manhã desta quinta-feira (18). Ainda segundo a nota, assinada por Paul McCarthy, secretário executivo da entidade, ele havia sido "levado para o hospital para uma série de testes, que indicaram uma severa exaustão".

A assessoria de Pelé negou que o ex-jogador tenha desmaiado na última quinta e afirmou que ele passou a manhã desta sexta (19) em sua casa, fazendo fisioterapia.

Pelé usou um andador para se movimentar na festa de abertura do Estadual do Rio. O ex-jogador do Santos e da seleção brasileira compareceu ao evento como embaixador da competição.

"Discutíamos ali atrás, mas decidi entrar assim. Deus me deu essa chuteira nova e decidi mostrar", brincou Pelé, que entrou com a ajuda de um andador no palco de uma das salas da Cidade das Artes, na Barra da Tijuca, zona oeste do Rio.

Desde 2012, o ex-jogador de 77 anos convive com problemas médicos. Nesse período, ele foi submetido a três cirurgias –fêmur, menisco e coluna.

Em dezembro, ele participou do sorteio dos grupos da Copa do Mundo da Rússia se locomovendo em cadeira de rodas. O ex-jogador entrou no local do sorteio empurrado por ajudantes.

"Gostaria de agradecer as pessoas que me mandaram mensagens de boa recuperação de toda parte do mundo. Estou feliz de estar aqui", acrescentou durante o evento no Rio.

Em 2016, Pelé disse à Folha de S.Paulo que médicos que o examinaram disseram que houve um erro em uma cirurgia à qual foi ele submetido em 2012, para a implantação de uma prótese no quadril.

Ele afirmou que uma suposta falha o levou a passar por nova operação, em dezembro de 2016. A comissão de ética do Cremesp (Conselho Regional de Medicina do Estado de São Paulo) concluiu que não houve erro médico na cirurgia do ex-jogador.

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

mais notícias

Últimas de Esportes

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber