Facebook Img Logo
Mais lidas
Esportes

CBF diz ter árbitro de vídeo para 2018, mas quer rachar custo com clubes

.

RIO DE JANEIRO, RJ (UOL/FOLHAPRESS) - Após meses de testes e impasses, a CBF garante estar pronta para implementar o árbitro de vídeo na próxima edição do Campeonato Brasileiro – 2018. A utilização do recurso, no entanto, ainda não está completamente definida.

De acordo com a confederação, a estreia do VAR (árbitro de vídeo) será votada no Conselho Técnico marcado para fevereiro e precisará da aprovação dos clubes. Com um detalhe importante a ser definido: o pagamento dos custos, uma vez que a CBF quer rachar a conta com os times.

"Vamos apresentar os contratos, os custos, a importância. E os clubes vão decidir se será implantado ou não. Só teremos uma posição após esse conselho técnico", explicou o chefe de arbitragem da CBF, Coronel Marinho.

"Caso haja a aprovação, estamos completamente preparados. Nosso quadro de árbitros está preparado", completou Marinho.

Ainda há pendências no processo, no entanto. A estrutura dos estádios preocupa a direção de arbitragem e será mais um ponto debatido no conselho técnico.

"Vamos ver a viabilidade de cada empresa, as demandas não são tão simples. Depois da reunião teremos a certeza. Estamos aguardando ainda a divulgação do arbitro de vídeo pela Fifa, será em fevereiro também. Não é tão simples fazer. Temos que preparar todos os estádios, alguns não oferecem tantas condições. Tudo isso tem que ser analisado e será passado aos clubes", disse o chefe da arbitragem, em entrevista após evento na sede da CBF na manhã desta terça (16).

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Últimas de Esportes

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber