Esportes

Neymar vence, e Santos demite Dorival Júnior

Da Redação ·
 O técnico Dorival Júnior foi demitido do Santos
fonte: Fernando Soutello/Agif/Gazeta Press
O técnico Dorival Júnior foi demitido do Santos

A crise aberta no Santos com o episódio em que o atacante Neymar desrespeitou o técnico Dorival Júnior teve um desfecho na noite desta terça-feira (21). Após a joia santista ter sido afastada novamente pelo treinador, desta vez do clássico contra o Corinthians, na próxima quarta-feira (22), na Vila Belmiro, a diretoria do clube se irritou com a decisão e, após uma reunião, decidiu pela demissão de Dorival.

continua após publicidade

Desta forma, o Peixe deverá ser dirigido interinamente por Narciso, técnico do time sub-20, no duelo contra o Timão, líder do Campeonato Brasileiro. Neymar, afastado por Dorival Júnior, deverá ser integrado aos relacionados para a partida, que já estão concentrados no Hotel Recanto dos Alvinegros, no CT Rei Pelé.

continua após publicidade

Na reunião que decidiu a saída de Dorival do Alvinegro Praiano, até mesmo uma suspensão ao comandante foi sugerida, como forma de forçar uma saída dele do clube. Entretanto, a irritação pelo fato de o treinador ter barrado o atacante, quando tudo havia sido praticamente acertado para que ele jogasse, foi o que pesou na hora da decisão.

continua após publicidade

O encontro que definiu a demissão de Dorival teve a presença dos integrantes da cúpula santista. O presidente Luis Álvaro de Oliveira Ribeiro, que está em São Paulo, participou da reunião por videoconferência.

Entenda o caso

continua após publicidade

O incidente começou quando Neymar ofendeu o técnico no final do confronto no qual o Santos derrotou o Atlético-GO, por 4 a 2, na última quarta-feira (16), na Vila Belmiro. Nos vestiários, Dorival Júnior discutiu com o garoto novamente. Depois, foi a vez de o auxiliar do treinador, Ivan Izzo, também bater boca com Neymar.

continua após publicidade

No dia seguinte, o jovem atacante pediu desculpas públicas ao treinador, e a diretoria multou Neymar em seus vencimentos mensais. Insatisfeito com a punição, Dorival pediu o afastamento de 15 dias do craque, caso contrário, deixaria a equipe.

continua após publicidade

No sábado (18), a situação foi contornada. O comandante permaneceu no cargo, e Neymar não foi relacionado para o duelo com o Guarani. O atacante esteve no Brinco de Ouro da Princesa no dia seguinte e acompanhou o empate em 0 a 0, participando até da preleção no vestiário do time.

Dorival no Santos

Dorival Júnior chegou ao Santos em dezembro de 2009 para substituir Vanderlei Luxemburgo, que não contava com o apoio de Luís Álvaro de Oliveira, que havia acabado de se eleger presidente. Com contrato de dois anos, o técnico teve o aval da diretoria para promover os garotos da base do clube. A fórmula deu certo logo no primeiro semestre do ano, quando Dorival levou o time à conquista do Campeonato Paulista e da Copa do Brasil.

Durante quase 10 meses, Dorival comandou o Peixe em 61 jogos. Venceu 37, empatou oito e perdeu 16, o que dá ao técnico um aproveitamento de 65% à frente da equipe.