Facebook Img Logo
Mais lidas
Esportes

Investimento faz Palmeiras entrar no Paulista sob pressão

.

ALEXANDRE DE AQUINO

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O Palmeiras inicia o Campeonato Paulista deste ano como um dos principais candidatos ao título. Com as contratações mais badaladas e com os principais jogadores de 2017 mantidos, o novo treinador alviverde, Roger Machado, busca encerrar jejum que já persiste na Academia de Futebol desde 2008, ano da última taça estadual dos palmeirenses.

O elenco, ainda recheado de jogadores de qualidade, como o capitão Dudu e o atacante Willian, artilheiro do ano passado, com 17 gols, aliado às decepções em 2017, fazem com que o Palmeiras entre no Estadual com uma cobrança maior diante de sua torcida na luta pela taça.

Entre os principais nomes do elenco, só o zagueiro colombiano Yerry Mina saiu do clube para o Barcelona.

Não bastasse isso, o Palmeiras ainda procurou se reforçar pontualmente em alguns setores considerados frágeis no último ano. Caso das laterais, por exemplo. Vieram Marcos Rocha, do Atlético-MG, e Diogo Barbosa, do Cruzeiro.

Nomes de peso, como o goleiro campeão olímpico na Rio-16 Weverton e os meias Lucas Lima, ex-Santos, e Gustavo Scarpa, ex-Fluminense, chegaram para deixar o esquadrão palmeirense mais forte.

Dentro do clube, contudo, a ideia é afastar qualquer tipo de pressão externa.

Recentemente, o diretor de futebol, Alexandre Mattos, declarou que o clube não pode absorver o favoritismo dado à equipe.

"Falei para os atletas que não podemos cair nas armadilhas do futebol. Quem começou a pressão de que o Palmeiras era a primeira força e o Corinthians era a quarta [em 2017] não foi a gente, não foi o Santos, não foi o São Paulo. Foi externo. Porque todos avaliavam que o Palmeiras tinha feito o certo", afirmou o diretor de futebol, Alexandre Mattos.

"E agora já vi que estão novamente colocando o Palmeiras como favorito de tudo. Não é verdade e já vou mandar um recado direto à nossa torcida: não vamos cair nessa de novo", seguiu.

Embora Mattos tente tirar o fardo do favoritismo das costas do elenco, Roger Machado admite que a pressão pela taça vai acabar existindo e avisa: "O Palmeiras sempre vai brigar por títulos. O desafio é enorme, mas estou plenamente preparado", finalizou o novo comandante.

FICHA TÉCNICA

Sociedade Esportiva Palmeiras

Apelido: Verdão ou Porco

Fundação: 16/8/1914

Presidente: Maurício Galiotte

Estádio: Allianz Parque, com capacidade para 43.000 pessoas

Principais títulos: 1 Libertadores (1999), 1 Taça Rio (1951), 9 Brasileiros (1960 [Taça Brasil],1967 [Taça Brasil], 1967 [Torneio Roberto Gomes Pedrosa/Taça de Prata], 1969 [Torneio Roberto Gomes Pedrosa/Taça de Prata], 1972, 1973, 1993, 1994 e 2016), 2 Séries B do Brasileiro (2003 e 2013), 3 Copas do Brasil (1998, 2012 e 2015), 1 Copa Mercosul (1998), 1 Copa dos Campeões (2000) e 5 Torneios Rio-São Paulo (1933, 1951, 1965, 1993 e 2000)

Títulos do Paulista: 22 (1920, 1926, 1927, 1932, 1933, 1934, 1936, 1940, 1942, 1944, 1947, 1950, 1959, 1963, 1966, 1972, 1974, 1976, 1993, 1994, 1996 e 2008)

Colocação no Paulista-17: 3º

TIme-base (4-3-3): Weverton; Marcos Rocha, Edu Dracena, Luan, Diogo Barbosa; Felipe Melo, Moisés, Lucas Lima; Keno, Dudu, Borja

Técnico: Roger Machado

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

mais notícias

Últimas de Esportes

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber