Mais lidas
Esportes

Presidente do Santos diz que não há negociação por Robinho no momento

.

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) - Depois de divulgada uma cláusula por risco de prisão nas conversas entre Robinho e Santos, o presidente do clube negou que exista qualquer negociação com o atacante -embora deixe claro que contratações não são sua responsabilidade.

"Não avançamos com o Robinho. Não há nenhuma negociação com o Robinho nesse momento", afirmou José Carlos Peres, em entrevista ao Fox Sports, na noite desta terça-feira (9).

Recém-eleito para comandar o Santos no triênio 2018-2020, o presidente disse que a missão de correr atrás de contratações cabe a Gustavo Vieira. O sobrinho de Raí é o novo executivo de futebol do clube da Vila Belmiro.

"Estamos atrasados em relação aos outros clubes. A eleição ocorre no meio de dezembro e nós assumimos há uma semana. Temos um diretor de futebol, um treinador que tem nos surpreendido todos os dias. Sobre as contratações, quem pode falar é o Gustavo, que está coordenando o assunto", acrescentou Peres.

Ele não descarta investir em Gabigol, que está insatisfeito no Benfica, de Portugal. "O que posso dizer é que existem negociações", respondeu. "O Santos tem um teto que será respeitado. Obviamente, em uma oportunidade, se pode passar um pouco. Mas temos um teto e não gostaríamos de quebrar essa regra. Acho que vale a pena um esforço, mas nossa margem está muito pequena", disse o presidente.

O assunto Zeca também foi abordado na conversa com os apresentadores do canal. "A multa do Zeca é de 150 milhões de reais", lembrou. "Não gostaria de passar por cima do Gustavo Vieira. Quando estiver no ponto de contratação, ele vai falar comigo", encerrou.

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber