Mais lidas
Esportes

Tevez se apresenta e diz que quer dar a sétima Libertadores ao Boca

.

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) - Tevez terá dois anos para reconquistar a América. Mas ele sabe que, primeiro, precisa reconquistar o bairro de La Boca, em Buenos Aires, onde se concentra a maioria da torcida do Boca Juniors, que espera o título da Copa Libertadores na terceira passagem do ídolo pelo clube.

"Eu voltei porque quero ganhar a Libertadores. Muitos anos se passaram desde a última que ganhei [2003] e chegou a hora de conquistarmos a sétima. Estou com saudade da adrenalina antes do jogo, das cócegas no corpo antes de subir ao campo", disse o atacante, apresentado nesta terça-feira (9). É evidente que tudo depende do desenrolar das duas próximas temporadas, mas a escolha de palavras de Tevez deu a entender que ele não pretende estende a carreira para além desta passagem pelo Boca.

"Estou de volta à minha casa e quero aproveitar ao máximo. Me resta pouco tempo no futebol e eu quero aproveitar bem estes dois anos que assinei com o Boca, que é a última coisa que me resta no futebol", afirmou o atacante, ainda sonhando com uma ida à Copa do Mundo: "Seria muito lindo".

O argentino jogou apenas 17 partidas ao longo da última temporada, no Shanghai Shenhua, da China, e voltou ao Boca há apenas três dias. Apesar disso, o ídolo experiente já deve ser testado na nova escalação titular planejada pelo técnico Guillermo Barros Schelotto ao longo desta semana.

"Eu digo que nunca fui embora porque o sentimento sempre permaneceu. A torcida me trata igual a antes, sinto esse amor e carinho", comentou Tevez. "O Carlos não precisa ser apresentado, precisa? Está de volta à sua casa", disse o presidente Daniel Angelici.

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber