Mais lidas
Esportes

Santos deve "rachar" salário pra negociar Leandro Donizete com o América-MG

.

SAMIR CARVALHO

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) - O Santos tenta se desfazer do volante Leandro Donizete, considerado a pior contratação do clube na temporada passada por dirigentes, conselheiros e torcedores. O atleta chegou com um dos maiores salários do elenco e, apesar dos 35 anos, assinou contrato longo: por três temporadas. O reforço virou protesto em reuniões do Conselho Deliberativo pois o atleta tinha o mesmo empresário do então técnico do time, Dorival Júnior, o seu cunhado, Edson Khodor.

O atleta não está nos planos de diretoria e comissão técnica e, com as saídas de Ricardo Oliveira e Lucas Lima, ele tem o maior salário do elenco. Sem muitos interessados, a reportagem apurou que o Santos estuda a proposta de um único clube pelo atleta: o América-MG.

No entanto, o clube mineiro não tem verba para bancar o ordenado de Leandro Donizete e, por isso, pediu para que o Santos pague metade do salário durante empréstimo por uma temporada. A diretoria santista tenta negociar o veterano em definitivo, mas não descarta aceitar a oferta dos mineiros caso não apareça outro negócio.

Leandro Donizete é ídolo em Belo Horizonte. Ele se consagrou no Atlético-MG, onde conquistou a Copa Libertadores da América atuando como titular. Donizete, inclusive, ganhou o apelido de "general" da torcida do Galo.

Ao todo, o volante disputou 22 jogos pelo Santos, nove pelo Campeonato Brasileiro. Foram 14 como titular e oito entrando durante os jogos. Ele tem contrato até 31 de dezembro de 2019.

A última partida que ele fez foi na eliminação para o Barcelona do Equador, nas quartas de final da Copa Libertadores da América, em 20 de setembro, na Vila Belmiro. A escalação de Leandro Donizete por conta de Levir Culpi, inclusive, pesou na demissão do treinador.

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber