Mais lidas
Esportes

Presidente do Cruzeiro cumpre promessa e quita atrasados com o elenco

.

THIAGO FERNANDES

BELO HORIZONTE, MG (UOL/FOLHAPRESS) - O Cruzeiro quitou, na manhã desta sexta-feira (5), o atraso salarial de três meses que tinha com os jogadores do elenco. A informação foi confirmada pela diretoria de comunicação do clube.

A dívida dos mineiros com os atletas atingiu três meses no início de janeiro, conforme revelado pelo vice de futebol Itair Machado em entrevista coletiva na Toca da Raposa II.

"Estamos bem encaminhados para tratar esse assunto. Isso vai ser resolvido. Nosso presidente é um economista. O Cruzeiro precisa de um economista para trabalhar as finanças. Ele tem essa experiência. É uma questão interna de onde vai sair o dinheiro, mas quando estiver oficializado, isso será divulgado. A gente não quer esconder nada. Teremos total transparência. O Cruzeiro quer ser um clube transparente. Queremos que o torcedor e a imprensa saiba mais sobre o Cruzeiro, principalmente nas finanças", disse na última terça-feira.

Nessa quinta-feira (4), o cartola se reuniu com o elenco ao lado do presidente Wagner Pires de Sá e prometeu quitar os débitos no dia seguinte. O compromisso foi honrado e os atletas receberam os vencimentos referentes aos meses de novembro e dezembro, além do 13º salário de 2017.

O UOL Esporte apurou que o clube contou com o auxílio de parceiros para pagar o montante aos jogadores. A diretoria ainda aproveitou a entrada de dinheiro em caixa nessa quinta-feira para colocar as contas em dia.

A dívida com o elenco é herança da administração anterior do Cruzeiro. Antes de deixar o clube, o presidente Gilvan de Pinho Tavares confirmou que havia atraso salarial com os atletas.

Para se ter ideia, os mineiros chegaram a jogar a final da Copa do Brasil em dívida com o elenco. Parte dos atrasados foram quitados graças a Pedro Lourenço, proprietário do Supermercados BH e conselheiro do Cruzeiro.+5

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber