Mais lidas
Esportes

Putin diz que Rússia não vai boicotar Olimpíada de Inverno após punição

.

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O presidente da Rússia, Vladimir Putin, disse nesta quarta-feira (6) que o país não boicotará os Jogos Olímpicos de Inverno de PyeongChang, na Coreia do Sul, em fevereiro.

O Comitê Olímpico Russo foi suspenso pelo COI (Comitê Olímpico Internacional) e banido de mandar atletas para a Olimpíada por causa de um esquema estatal de doping.

Os atletas terão de competir sob a bandeira olímpica e ouvirão o hino olímpico nas cerimônias de premiação. Serão identificados como "Atletas Olímpicos da Rússia".

Diante deste cenário, Putin afirmou que deixará na mão dos esportistas a decisão ou não de competir na Coreia do Sul.

"Não vamos declarar nenhum embargo ou impedir que nossos atletas participem dos Jogos", afirmou o presidente durante evento na cidade de Nijni Novgorod, no qual também se declarou candidato para a eleição presidencial de 2018.

"Eles [atletas] passam a carreira toda se preparando para competições como estas. Para eles, é muito importante. Baseado nisso, logicamente, não proibiremos ninguém de fazer nada, ou impossibilitar a participação", completou.

Putin disse também que a Rússia tem culpa por seu banimento, mas classificou como exagerada a decisão tomada pelo COI.

"Primeiramente, temos de admitir que somos parcialmente culpados e demos razão para isso [banimento]. Mas por outro lado, acredito que não foi uma decisão honesta", disse.

"Em qualquer sistema de lei, não se aplica a responsabilidade coletiva", completou.

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber