Mais lidas
Esportes

'A seleção brasileira que todo mundo respeita voltou', diz Neymar

.

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) - Destaque da seleção comandada por Tite, Neymar, atacante do Paris Saint-Germain, acredita que o respeito pela equipe nacional voltou. De acordo com o camisa 10, o Brasil passa hoje impressão diferente do que passava logo depois da Copa do Mundo de 2014.

"O respeito pela seleção é diferente hoje do que era três ou quatro anos atrás, depois da Copa do Mundo. As pessoas nos vêem de forma diferente. A seleção brasileira que todo mundo respeita e admira voltou, a que desfruta de um bom futebol. E isso nos deixa felizes. O clima de nossos torcedores mudou, do nosso país. Você vê todos com confiança e felizes para a Copa do Mundo. Isso não tem preço", disse Neymar, em entrevista ao site oficial da Conmebol.

Questionado sobre a faceta assistente de seu estilo de jogo, o brasileiro afirmou que a alegria de dar um passe para um companheiro marcar é parecida à que surge quando ele mesmo faz um gol. “Fico muito feliz quando marco um gol ou quando dou uma assistência. Fico feliz quando as coisas acabam bem para o time que eu defendo, seja no PSG ou na seleção brasileira. Ao mesmo tempo em que o objetivo máximo é sempre marcar, dar o passe para um colega de equipe também te deixa feliz. É um sentimento muito parecido, eu diria que em porcentagens praticamente iguais”, comparou.

O camisa 10 admitiu que às vezes prioriza a conclusão das jogadas, mas afirmou que foi ensinado a jogar de maneira altruísta desde a infância. “É algo que você deve aprender desde pequeno. Você não tem que andar com seu ego muito alto e nem pensar apenas em você mesmo, porque no fim o futebol é um jogo coletivo. A ajuda, deixar os companheiros na cara do gol, se ensina desde pequeno. É verdade que há momentos em que acabo definindo a jogada, essa é minha característica, mas se você tiver um passe e assiste você também fica feliz. Sempre foi assim”, declarou.

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber