Mais lidas
Esportes

Eleição e tempo de contrato decidirão renovação de Ricardo Oliveira no Santos

.

SAMIR CARVALHO

SANTOS, SP (UOL/FOLHAPRESS) - A temporada 2017 acabou e a renovação do atacante Ricardo Oliveira não foi definida no Santos. A reportagem apurou que as eleições para a presidência do clube e o tempo de contrato serão "cruciais" para decidir o futuro do atleta. O pleito ocorre no próximo sábado (9), na Vila Belmiro. Haverá também uma urna na Federação Paulista de Futebol (FPF) para os sócios que residem em São Paulo.

O atual presidente, Modesto Roma, oferece um ano de contrato a Ricardo Oliveira, com opção de renovação automática por mais uma temporada. A extensão para o segundo ano, no entanto, passa por uma cláusula: o atacante terá que disputar 70% dos jogos em 2018.

Ricardo Oliveira não abre mão de renovar por mais duas temporadas e já recebeu propostas neste sentido dos clubes que o sondaram até agora no mercado da bola. Hoje, o Cruzeiro é o concorrente mais forte do Santos.

Só que definição sobre Ricardo Oliveira não deve sair antes das eleições, já que a política influencia bastante na renovação do jogador. O próprio estafe do centroavante reclamou publicamente de salários atrasados e o aconselhou a não ficar em caso de vitória de Modesto Roma nas urnas.

A oposição, por sua vez, é cautelosa a falar da renovação do capitão santista. O candidato mais empolgado em manter o jogador é Andres Rueda, da Santástica União. Ele e seu vice, José Renato Quaresma, estão dispostos a aceitar o pedido de dois anos de renovação do jogador.

Eles apostam na experiência de Ricardo Oliveira em uma possível reformulação no elenco e consideram o jogador bastante agregador para o elenco. O pedido de dois anos só não será aceito se o centroavante pedir um salário bem acima da realidade do clube paulista.

José Carlos Peres, da Somos Todos Santos, prefere não dizer se aceita os dois anos de contrato. Ele alega que, caso vença o pleito, convocará uma reunião com o Ricardo Oliveira para discutir o assunto. Peres, inclusive, fala em uma espécie de "cartilha" que será entregue aos atletas. O jogador teria de se encaixar as regras da nova gestão caso queira permanecer no clube.

Já Nabil Khaznadar, da O Santos Que Quereremos, elogia o jogador e lembra os "excelentes serviços prestados" ao Santos, mas diz que os assuntos a respeito do futebol serão tratados somente após a eleição. Até lá, Ricardo Oliveira é assunto da atual diretoria.

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber