Mais lidas
Esportes

Apesar de revés, Palmeiras cumpre meta que garante mais R$ 11 mi aos cofres

.

JOSÉ EDGAR DE MATOS

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) - O Palmeiras traçou duas metas para este fim de temporada: assegurar o simbólico título do returno e a segunda colocação no Campeonato Brasileiro. Apenas o vice-campeonato veio com a pesada derrota por 3 a 0 para o Atlético-PR, em virtude dos tropeços de Santos e Grêmio. A segunda colocação, porém, assegurou uma premiação de R$ 11,3 milhões para os já enriquecidos cofres palmeirenses.

A questão da premiação era tratada como um fator importante de motivação para o elenco nestas últimas rodadas. A diferença do bônus pago pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF) entre o segundo e o quarto colocados, briga pela qual o Palmeiras se dedicou nas últimas semanas, chega a próximo dos R$ 6 milhões. O vice-campeonato virou tema de comemoração para Alberto Valentim.

"Fico feliz pelo segundo lugar na classificação, era um objetivo que tínhamos traçado para o clube e para nós pessoalmente. Fechamos nosso campeonato em segundo. Ano passado campeão, e agora em segundo", comentou o treinador-interino, que se despede da função neste domingo.

O Palmeiras só agregará mais R$ 11,3 mi aos cofres pelos tropeços de Santos e Grêmio. Os santistas ficaram apenas no empate por 1 a 1 com o Avaí, em plena Vila Belmiro, e terminaram em terceiro com os mesmos 63 pontos da equipe alviverde, mas levaram a pior pela diferença número de vitórias –são R$ 7,7 mi de prêmio ao clube do litoral paulista.

Pela primeira vez na história dos pontos corridos, aliás, um campeonato brasileiro termina com equipes do mesmo estado nas três primeiras posições. O Corinthians, campeão há duas rodadas, faturou R$ 18 milhões em premiação da CBF pelo heptacampeonato.

Já os gremistas, que levaram um time alternativo para o Independência, também flertaram com o vice-campeonato durante a rodada deste domingo. O time gaúcho acabou derrotado por 4 a 3 pelo Atlético-MG e fechou o G-4 da competição. O prêmio para o quarto lugar prevê um bônus de R$ 5,6 mi ao time de Renato Portaluppi.

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber