Mais lidas
Esportes

Oitavas da Copa têm 3 possibilidades de jogos entre campeões

.

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) - Sem nenhum duelo entre vencedores de Copas na primeira fase, o Mundial da Rússia pode esquentar para valer a partir das oitavas de final, com possibilidade de três confrontos entre campeões do passado. O sorteio na última sexta-feira (1º) colocou em voga a chance de um encontro precoce entre Brasil e Alemanha, por exemplo.

Os brasileiros encabeçam o Grupo E, chave que cruza com o Grupo F, que tem a atual campeã mundial Alemanha. O encontro nas oitavas de final pode acontecer caso uma destas duas seleções se classifique em primeiro lugar e a outra como segunda colocada.

De resto, as outras duas possibilidades de confrontos entre campeões nas oitavas são Uruguai (Grupo A) x Espanha (Grupo B) e França (Grupo C) x Argentina (Grupo D).

A primeira fase conta com grupos fortes, como o da Argentina (Croácia, Islândia e Nigéria) e Alemanha (México, Suécia e Coreia do Sul). No entanto, de acordo com o ranking da Fifa, o coeficiente mais forte pertence à chave do Brasil (Suíça, Sérvia e Costa Rica).

Além da possibilidade de um reencontro com a Alemanha, após a traumática derrota por 7 a 1 na semifinal da última Copa, o Brasil pode reencontrar nas oitavas velhos conhecidos de outros Mundiais. A Suécia é o adversário que mais enfrentou a seleção na história, em sete oportunidades, incluindo a final de 1958.

O México é outra "figurinha carimbada" na vida da seleção brasileira em Copas. O confronto já aconteceu em quatro oportunidades, incluindo um 0 a 0 na primeira fase de 2014, em Fortaleza.

PRIMEIRA FASE

O duelo entre Portugal e Espanha no Grupo B promete estar entre os mais badalados da primeira fase, com o confronto entre o melhor do mundo Cristiano Ronaldo contra vários de seus companheiros de Real Madrid. A partida acontece logo na primeira rodada, em Sochi.

No Grupo G, Bélgica e Inglaterra deverão fazer um choque animado em Kaliningrado, pela terceira rodada. Vários jogadores belgas de destaque atuam em times ingleses importantes, como Courtois e Hazard (Chelsea), Lukaku (Manchester United), De Bruyne (Manchester City), entre outros.

Já no Grupo F, um eventual retorno do veterano Ibrahimovic à seleção da Suécia pode esquentar o duelo contra a Alemanha, na segunda rodada, em Sochi. O ídolo do Manchester United se despediu de compromissos pela seleção de seu país em 2016, mas possivelmente lidará nos próximos meses com uma pressão para disputar a Copa na Rússia.

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber