Mais lidas
Esportes

Hamilton ganhou fácil em 2017, mas história deve ser diferente ano que vem

.

JULIANNE CERASOLI

ABU DHABI, EMIRADOS ÁRABES (UOL/FOLHAPRESS) - Uma dobradinha dominante da Mercedes no GP de Abu Dhabi encerrou a temporada da Fórmula 1. Mas está longe de ser um indicativo do que é esperado para 2018. Na briga direta pelo campeonato, espera-se que o time que conquistou o tetracampeonato de construtores e viu Lewis Hamilton conquistar seu terceiro título em quatro anos -e também tornar-se tetracampeão- tenha que repensar o conceito de seu carro para melhorar ainda mais no ano que vem, enquanto a Ferrari de Sebastian Vettel teria um caminho mais tranquilo para fazer o novo carro na mesma linha do atual.

Não por acaso, Sebastian Vettel, que chegou em terceiro em Abu Dhabi e em momento algum conseguiu ameaçar o vencedor Valtteri Bottas e o segundo colocado Lewis Hamilton, não esconde sua confiança. “Sinto-me mal por Alain [Prost] porque nós dois éramos os únicos tetracampeões e agora vamos ter que dividir isso com Lewis”, brincou o alemão. “Mas ano que vem quero me certificar que apenas dois caras vão ficar como tetracampeões. Quero chegar logo no penta.”

Vettel acredita, ainda que a Red Bull não tenha sido tão forte quanto o esperado neste ano, que a situação mude em 2018. E vê a possibilidade de que a McLaren, que agora terá o motor Renault, entre na briga. “Ano que vem será um novo início para todos. Veremos se vem alguma surpresa da Red Bull, o que não apareceu neste ano, e talvez a McLaren também esteja forte. Do nosso lado, precisamos dar o último passo, que é o mais duro, mas vamos continuar forçando.”

Outro que também promete aparecer mais competitivo em 2018 é o próprio companheiro de Hamilton. Bottas entrou na Mercedes em janeiro deste ano e não teve a melhor das preparações, especialmente para enfrentar um dos melhores pilotos da história. Mas acredita que todas as lições aprendidas neste que foi seu primeiro ano em uma equipe grande vão lhe fazer crescer na próxima temporada. “O último final de semana melhora minha nota desta temporada como um todo”, avaliou o finlandês. “É claro que eu esperava um resultado melhor no ano, mas aprendi muito e sei que tem mais por vir ano que vem.”

A temporada 2018 da Fórmula 1 começa com o GP da Austrália, dia 25 de março.

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber