Mais lidas
Esportes

No jogo de festa e taça em Itaquera, Corinthians empata com o Atlético-MG

.

DIEGO SALGADO

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) - A festa corintiana ficou incompleta neste domingo (26) em Itaquera. No jogo marcado pela entrega da taça, o campeão brasileiro empatou por 2 a 2 com o Atlético-MG em um confronto muito movimentado e cheio de reviravoltas. Jadson e Marquinhos Gabriel marcaram para o Corinthians, enquanto Otero e Fred fizeram para os visitantes.

Com o empate na Arena Corinthians, o time de Fábio Carille chegou à marca de 72 pontos na tabela. Com 51 pontos, o Atlético-MG continua na luta por uma vaga na Libertadores. O time de Minas ocupa a nona colocação.

Na última rodada do Campeonato Brasileiro, o Corinthians enfrentará o Sport na Ilha do Retiro. Já o Atlético-MG receberá o Grêmio no Independência. Ambas as partidas serão disputadas no próximo domingo, às 17h.

O JOGO

Empurrado pela festa da torcida, o Corinthians se lançou ao ataque logos nos primeiros minutos, quase sempre pela esquerda, com Clayson e Guilherme Arana -do outro lado, Jadson se destacou ao arriscar chutes de longe. Aos visitantes restou buscar as jogadas rápidas para chegar à meta de Cássio.

Participativo desde o começo do jogo e de volta ao time titular depois de cinco partidas, Jadson quase fez dois gols antes de enfim balançar a rede. Primeiro, o camisa 10 chutou de longe, cruzado, e mandou para fora. Minutos depois, da mesma posição, o meia acertou o travessão da meta de Victor.

Rodriguinho também assustou o Atlético-MG em uma jogada individual. Aos 19 minutos, Rodriguinho recebeu na entrada da área, driblou dois adversários e bateu para o gol. A bola, desviada pela zaga, saiu rente à trave.

Com menos posse de bola e raras aparições do campo de ataque, o Atlético-MG conseguiu fazer 1 a 0 na base da bola parada. Mesmo de longe, o meia venezuelano Otero acertou um chute impressionante e mandou a bola no ângulo, sem chance alguma para Cássio.

O Corinthians precisou de apenas sete minutos para empatar a partida em Itaquera, com Jadson. Em tarde feliz, o camisa 10 cobrou falta para a área e viu a bola quicar antes de entrar. No intervalo, Jadson admitiu que tentou cruzar a bola.

Antes do intervalo, o Corinthians quase conseguiu virar o placar. Novamente por meio da bola parada. Jadson cruzou a bola pela direita para Jô, que se antecipou à marcação e mandou de cabeça para fora.

O Corinthians manteve a postura ofensiva no segundo tempo. Novamente pela esquerda, o time quase fez 2 a 1 nos primeiros minutos. Após uma jogada de Arana, Rodriguinho finalizou na pequena área e viu Victor fazer uma defesa impressionante à queima-roupa.

O time da cassa chegou à virada no placar aos 12 minutos. E com um gol de placar marcado por Marquinhos Gabriel. Com muita liberdade pela esquerda, o meia cortou a marcação de Fábio santos e acertou o ângulo da meta de Victor.

Sem assustar o Corinthians com jogadas construídas, o Atlético-MG contou novamente com o talento de Otero para ir às redes. Primeiro, o meia quase fez um gol olímpico. Em seguida, bateu no escanteio para o gol de cabeça de Fred. Minutos depois, o centroavante perdeu um gol incrível mesmo depois de driblar Cássio. A conclusão do camisa 9 fez a bola sair por cima do gol.

Aos 32min, Maycon entrou na vaga de Rodriguinho e logo mostrou a que veio: mandou dois chutaços quase em sequência, ambos de fora da área, e levou muito perigo ao gol defendido por Victor. O Corinthians ensaiou uma pressão final na base da velocidade, mas o Atlético-MG conseguiu se segurar. O lance mais agudo foi um cabeceio de Jô nos segundos finais, que passou muito perto.

MOSAICO

O Corinthians inovou nas comemorações do hepta. Logo após o hino nacional, os torcedores ajudaram a montar um mosaico com bandeiras pretas e brancas. Com elas, o público escreveu a palavra hepta. O público pagante em Itaquera foi de 46.030, o segundo maior da história do estádio em jogos do Corinthians.

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber