Mais lidas
Esportes

Bottas desbanca Hamilton e fecha ano com vitória em Abu Dhabi; Massa é 10º

.

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) - O finlandês Valtteri Bottas superou seu companheiro de equipe e atual campeão mundial Lewis Hamilton para vencer o Grande Prêmio de Abu Dhabi. Na última corrida temporada, a Mercedes exibiu mais uma vez seu domínio absoluto no ano, terminando com uma enorme vantagem em relação ao terceiro colocado, Sebastian Vettel, da Ferrari. Raikonnen (4º), Verstappen (5º) e Hulkenberg (6º) vieram atrás.

Felipe Massa, da Williams, que após anunciar sua aposentadoria, fez a última corrida da carreira, terminou em 10º ao perder duelo particular com Fernando Alonso.

Após uma largada limpa, Bottas se manteve firme na primeira posição e fez uma pilotagem segura para abrir vantagem para Hamilton. Os dois carros da Mercedes dominaram a corrida de ponta a ponta, e o finlandês lutou para manter a liderança sonhando em conquistar o vice-campeonato da temporada. Para isso, ele precisava torcer contra Sebastian Vettel, da Ferrari, que terminou a corrida em 3º, e se manteve na segunda posição do Mundial de pilotos.

Apesar da beleza do circuito árabe, os pilotos sofreram a tradicional dificuldade de fazer ultrapassagens, agravada pela quase ausência de pontos adequados na pista. O alemão Hulk Hulkenberg, da Renault, acabou punido com cinco segundos por cortar uma curva e levar vantagem sobre os adversários.

Com uma corrida sem reviravoltas nas primeiras posições, as principais ações aconteceram no bolo de trás.

ALONSOXMASSA

Fazendo sua última corrida na carreira, Massa protagonizou uma briga franca com Fernando Alonso, que ele já tinha tirado do Q3 no treino classificatório da véspera. Após a largada, o brasileiro perdeu a décima posição para seu antigo companheiro de Ferrari, mas logo a recuperou.

O duelo foi quase uma extensão do que aconteceu no GP do Brasil, corrida que o espanhol elegeu o momento “mais divertido” da temporada. Em Abu Dhabi, Alonso sofreu para ganhar a posição de Massa, mas conseguiu após uma parada do brasileiro nos boxes. O espanhol terminou em 9º.

Por volta da décima volta, Stroll e Grosjean fizeram uma disputa acirrada pela 13ª posição, com direito a belas manobras de defesa e agressividade de ambas as partes. Stroll acabou sendo chamado aos boxes para trocar pneus, dando a posição ao francês.

Na volta 21, o australiano Daniel Ricciardo abandonou a corrida, deixando ainda mais claro os problemas de resistências que o carro da Red Bull apresentou durante a temporada: ele não completou três das últimas quatro provas.

Problema ainda mais grave teve o espanhol Carlo Sainz, depois que a Renault deixou a roda dianteira esquerda de seu carro solta em um pit stop. Sainz por pouco não bate em um muro na saída dos boxes e abandonou logo depois.

Absoluto na ponta, Bottas parou nos boxes e deixou Hamilton de cara para o vento. O britânico aproveitou para fazer a volta mais rápida do dia, lutando para tirar a vantagem que seu companheiro havia construído no começo da prova, mas seus esforços não foram suficientes para ultrapassar o finlandês.

Após uma corrida segura em que conseguiu emplacar volta mais rápida atrás de volta mais rápida, Bottas abriu uma distância confortável em relação ao tetracampeão mundial. Mesmo com uma reação final do britânico, que chegou a ficar a menos de um segundo do companheiro a seis voltas do fim, Bottas cruzou a linha de chegada na frente para garantir sua terceira vitória no ano.

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber