Mais lidas
Esportes

Cássio se prepara para erguer taça e diz que 2017 é melhor ano da carreira

.

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) - Titular com maior tempo de casa, o goleiro Cássio irá erguer um troféu de campeão pela segunda vez no ano. Eleito por Fábio Carille para a missão do domingo (26) contra o Atlético-MG, o campeão brasileiro citou a honraria e elegeu 2017 como principal temporada da carreira.

"Estou muito feliz. Qualquer um poderia ser escolhido, todos são merecedores. Fico muito feliz de poder levantar a taça, passa um filme por tudo que vivi no Corinthians, conseguir dois títulos de extrema importância. Vou ficar muito feliz, mas devo a todos meus companheiros, comissão técnica, diretoria. Excelentes jogadores fizeram isso", comentou nesta quinta (23).

"Acho que sim, foi a melhor [temporada]. Pela regularidade. Títulos são importantes, trazem um bônus. Mas foi a regularidade, a gente fica experiente e agora é terminar bem para ter boas férias", disse Cássio, que tem sido convocado para a seleção brasileira.

Ele lembrou da necessidade de o grupo retornar bem para a pré-temporada no dia 3 de janeiro. "Queremos terminar bem os dois jogos, depois entrar em férias. Temos que nos cuidar mais, já que teremos pouco tempo de pré-temporada. Espero voltar ainda melhor do que neste ano. Teremos um ano longo, com várias competições. Minha filha nascerá, tomara que dê tudo certo de jogar a Flórida e vir para o nascimento dela", afirmou.

JÔ ARTILHEIRO?

"Acho que sim. Ele está sempre na área, então naturalmente a bola vai chegar nele. Se tiver ali na cara do gol, para fazer o gol, naturalmente dá para dar aquele passe para ele (risos). Mas ele tem trabalhado muito para ser artilheiro."

MELHOR JOGO DO ANO

"Esse ano, na minha opinião o jogo mais especial foi contra o Palmeiras, no Paulista, que ganhamos de 1 a 0. Todo mundo falava que seria goleada, time muito abaixo do adversário. E ali começamos mostrar nossa cara, o que podíamos fazer. Mostrou nossa força e que a torcida iria abraçar o time até o final."

JOGADORES FICAM?

"Acho que tem muitos jogadores com condições de sair, mas acho que a diretoria fará de tudo para segurar os jogadores. O Corinthians não segura os jogadores no sentido de impedir se quiserem que saiam, não atrapalha. Mas ainda assim, o Carille deve estar pensando, temos uma equipe de desenvolvimento para montar um grande time."

METAS NOS JOGOS FINAIS

"A gente sempre que tentar crescer, evoluir, procurar se desenvolver. Temos de buscar sempre as metas, e temos respeito pelas equipes que iremos enfrentar. De repente, tem time que precisa de vitória por vaga na Libertadores, ou para não cair, mas não é problema nosso. Ninguém dá nada de graça para o Corinthians (risos). Temos de ter respeito."

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber