Facebook Img Logo
  1. Banner
Mais lidas
Esportes

Botafogo tenta driblar má fase por vaga na Libertadores

.

BERNARDO GENTILE

RIO DE JANEIRO, RJ (UOL/FOLHAPRESS) - Para muitos, o Botafogo viveu um dos melhores anos da história com o desempenho surpreendente apresentado em 2017. Ainda assim, a queda na reta final de competições importantes como Libertadores e Copa do Brasil, além da patinada no Campeonato Brasileiro, fizeram com que o clube carioca passasse da lua de mel com a torcida à rotina de protestos. O último episódio foi a invasão promovida por membros de organizadas ao Engenhão, no sábado passado (18).

A atitude desses torcedores não caiu nada bem no Botafogo. Jair Ventura, por exemplo, se mostrou muito contrariado com o ocorrido e disse que o ato prejudicou o time, que não pôde treinar na véspera do jogo contra o São Paulo, no Pacaembu. A reclamação é bem contrastante com o discurso do próprio treinador, que exaltava a harmonia vivida com a torcida, que lotava o estádio nos jogos da Libertadores.

A realidade atual é outra. O time era, até poucas rodadas, um dos favoritos para se classificar para a Libertadores. A má fase do Botafogo, porém, dura mais do que devia e as chances vão diminuindo a cada resultado negativo. Nos últimos nove jogos, o Botafogo venceu apenas dois (três empates e quatro derrotas) e viu adversários complicarem a situação.

O Flamengo venceu o Corinthians no último domingo (19) e passou o Botafogo na classificação. O Vasco poderia ter feito o mesmo, mas acabou derrotado pelo Atlético-PR, na Arena da Baixada, e perdeu a oportunidade. Por fim, o Atlético-MG colou com a mesma pontuação do Cruzmaltino.

Com dois pontos a mais, o Botafogo ainda é um dos mais cotados a conseguir a vaga, mas as partidas contra Palmeiras e Cruzeiro ganharam contornos decisivos. O que poderia ser formalidade virou decisão. E pela fase vivida pelo Alvinegro, a expectativa da torcida não é das mais otimistas.

Apesar dos últimos resultados, Jair não abre mão de defender seus comandados. Segundo ele, uma das maiores virtudes do Botafogo na temporada foi a entrega em campo e isso tem ocorrido, mesmo com as derrotas.

"É o que foi o ano todo, um time valente, que começou antes de todo mundo e que chegou mais longe que todo mundo tirando Grêmio e Cruzeiro. Fomos à semifinal da Copa do Brasil, às quartas de final da Libertadores e estamos na zona de classificação. Apesar das nossas dificuldades, estamos brigando sempre entre os melhores do país", disse Jair Ventura.

Curiosamente, o que virou obrigação para a torcida é, ao mesmo tempo, histórico para o Botafogo, que jamais disputou duas Libertadores seguidas. O Alvinegro ainda pode se beneficiar com possíveis títulos de Grêmio, na Libertadores, e Flamengo, na Sul-Americana. Em caso de triunfo de ambos, o G-7 pode virar G-9.

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Edhucca

Últimas de Esportes

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber