Mais lidas
Esportes

Após fiasco, federação italiana demite Ventura do comando da seleção

.

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Depois do fiasco de não se classificara para o Mundial, o técnico Gian Piero Ventura, 69, não comanda mais a seleção da Itália.

A tetracampeã mundial, após 60 anos, está fora de uma Copa do Mundo. O desastre ocorreu na segunda-feira (13), depois que o time italiano ficou no 0 a 0 com a Suécia, em casa. No jogo de ida da repescagem, os suecos haviam vencido por 1 a 0.

A Federação Italiana de Futebol não anunciou quem será o novo treinador da Itália, que terá a responsabilidade de fazer a seleção renascer.

Ventura foi um dos mais criticados pela torcida italiana depois da eliminação. Assim como Carlo Tavecchio, 74, presidente da federação local de futebol.

O anúncio da demissão saiu após uma reunião de emergência convocada pela federação. Segundo os dirigentes italianos, em breve, haverá a divulgação de uma série de medidas para tentar melhorar a seleção e o futebol.

Após Conte ter deixado o comando técnico da seleção, em 2016, após uma boa campanha na Euro, a decisão da escolha de Ventura causou surpresa.

Ao contrário do Brasil, na Europa, até por questões financeiras, tem sido praxe chamar técnicos menos badalados para treinar seleções.

Ventura vinha de cinco anos de trabalho no Torino. Apesar de experiente na Itália, não tinha bagagem internacional e nunca havia dirigido um grande clube no país. Ele chegou a jogar no 4-2-4 na seleção, pregando o futebol ofensivo como mantra, mas não conseguiu rejuvenescer o futebol da Itália.

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber