Mais lidas
Esportes

Fifa marca julgamento de Guerrero e mantém suspensão preventiva por doping

.

VINICIUS CASTRO

RIO DE JANEIRO, RJ (UOL/FOLHAPRESS) - Flamengo e Paolo Guerrero sofreram um novo baque nesta sexta-feira (10). A Fifa não aceitou o pedido da defesa e manteve a suspensão preventiva do atacante por doping. Ele segue sem poder atuar pelo time da Gávea e pela seleção peruana. O julgamento, inclusive, foi marcado e será realizado no dia 30 de novembro, em Zurique, na Suíça.

O resultado da contraprova também foi revelado e confirmou o positivo para benzoilecgonina -metabólito presente na cocaína. Agora, os advogados reúnem os laudos para provar que a substância apareceu no organismo do atacante de forma indireta. Paolo Guerrero já afirmou que não consumiu a droga.

A principal estratégia da defesa está em uma contaminação cruzada com folhas de coca através de chá antigripal ingerido pelo camisa 9 antes do jogo entre Peru e Argentina, válido pelas Eliminatórias da Copa do Mundo de 2018.

A aposta também está no índice da substância presente na urina do jogador, o que facilitaria a tese da contaminação acidental. Os advogados estão otimistas, mas Guerrero segue sem poder atuar. Caso seja considerado culpado, o peruano pode receber uma advertência ou até quatro anos de suspensão.

A CBF (Confederação Brasileira de Futebol) será braço importante na defesa de Paolo Guerrero. A entidade disponibilizará todos os laudos dos exames antidoping realizados pelo atacante do Flamengo desde que chegou ao Brasil, em 2012.

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber