Mais lidas
Esportes

Empresário 'tira' Lucas Lima e Ricardo Oliveira do Santos, e presidente rebate

.

SAMIR CARVALHO

SANTOS, SP (UOL/FOLHAPRESS) - O empresário Luiz Taveira, que possui diversos negócios dentro do Santos, irritou o presidente Modesto Roma. O agente concedeu entrevista ao site "Calciomercato", referência em mercado da bola na Itália, como uma espécie de dirigente do clube paulista. E, o pior, o agente "bancou" que Lucas Lima e Ricardo Oliveira não permanecem na Vila Belmiro em 2018.

"Lucas Lima estará livre a partir de dezembro e ele não vai querer renovar conosco, então não posso dizer nada porque já não é uma conversa que tem a ver com o Santos. Eu ainda não sei para onde ele vai, embora eu já tenha uma ideia. Já falei com o agente dele, o pai de Neymar, que me contou a intenção de Lucas de deixar o Santos", disse Taveira, que citou o Palmeiras como destino do atleta. "Eles lhe ofereceram muito dinheiro", completou.

Questionado pelo UOL Esporte sobre a postura de Luiz Taveira, o presidente do Santos não poupou críticas ao agente. O dirigente fez questão de dizer que a opinião do empresário tem pouco valor e usou os termos "bobagem e besteira" para definir o que falou Taveira.

"Ligação tem [com a diretoria do Santos], mas não tem voz. Falou sem fundamento. Quem fala demais dá bom-dia a cavalo. Realmente citou algo que não sabe. Falou besteira. Ele não fala pelo clube. Ele tem negócios no clube como outros também. Mas falou bobagem. A opinião dele pouco valor tem", afirmou Modesto Roma.

Além de Lucas Lima, o empresário ainda afirmou que Ricardo Oliveira não interessa ao Santos, pois o clube paulista investirá em novos jogadores.

"Certamente o futuro do Santos é com os jovens. Ricardo Oliveira também não renovará e, assim, haverá formas de lançar outros novos talentos", disse Taveira.

Modesto contrariou o agente e voltou a dizer que o Santos tem interesse na renovação de Ricardo Oliveira e também Lucas Lima. Não é por acaso que a diretoria santista fez propostas oficiais de renovação com a dupla. Para o camisa 9, o clube paulista ofereceu mais uma ano de contrato, sem reajustes salariais. Já para o seu "maestro", o alvinegro praiano propôs contrato de três anos, com salários de R$ 600 mil mensais e mais "luvas". No entanto, os dois jogadores só devem responder após o término do Campeonato Brasileiro.

"O mesmo que há três meses [situações de Lucas Lima e Ricardo Oliveira], esperando, nada mudou. O interesse existe, claro [renovação]", disse Modesto.

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber