Mais lidas
Esportes

Torcedoras reclamam de falta de camisas femininas, e SP promete reposição

.

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) - Torcedoras do São Paulo se mobilizaram nas redes sociais nesta terça (7) em uma campanha contra a falta de modelos femininos dos uniformes do clube.

Foi criada a hashtag #saopaulinasuniformizadas, movimentando principalmente os usuários do Twitter. No início da noite, o perfil oficial do clube tricolor se pronunciou sobre o tema.

"São-paulinas, estamos acompanhando a justa manifestação #saopaulinasuniformizadas. Devemos muito a vocês, e por isso explicamos: Nos últimos dois anos tivemos um volume de vendas em artigos femininos que superou a soma dos sete anos anteriores. Esse aumento se mostrou uma agradável surpresa e gerou um descompasso nos estoques, que estão sendo reabastecidos. Agradecemos o amor e a movimentação, e garantimos: estamos trabalhando para melhorar e oferecer mais a vocês", disse o São Paulo, em série de quatro tweets.

A manifestação do clube por meio de um de seus canais oficiais foi bem recebida pelas torcedoras, que agradeceram a atenção e a resposta rápida ao movimento.

Quando os novos modelos de jogo foram lançados pelo São Paulo e pela Under Armour neste ano, sempre constou o preço para o modelo feminino, mas há tempos as mulheres passaram a reclamar da falta dos produtos.

Curiosamente, os tricolores estão negociando a troca de fornecimento de material esportivo. A Under Armour propôs redução do contrato, algo rechaçado pelos dirigentes são-paulinos a princípio.

Foi feito, então, um trato: o clube paulista tem até o fim do ano para encontrar um novo parceiro, antes de voltar às tratativas com a Under Armour. Se uma proposta concorrente chegar, os americanos poderão tentar superá-la em até 10%. Umbro e Penalty já conversaram com o time do Morumbi.

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber