Mais lidas
Esportes

Presidente do Palmeiras vai fazer reclamação à CBF de árbitro do clássico

.

DIOGO SALGADO E JOSÉ EDUARDO MARTINS

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) - Assim como o restante do time, o presidente do Palmeiras, Maurício Galiotte, não gostou da arbitragem de Anderson Daronco no clássico contra o Corinthians neste domingo (5), na casa do adversário. Na derrota por 3 a 2, o alviverde questiona o impedimento de Romero no primeiro gol e a não expulsão do volante Gabriel por ter voltado ao campo sem autorização após atendimento médico. Por isso, o dirigente prepara uma reclamação formal para ser enviada nesta segunda-feira (6), à CBF.

"Nós faremos reclamação à CBF. Temos o relatório, vamos enviar um vídeo. É jogo importante, não pode ter erro de direito. Foram dois erros de direito", afirmou o dirigente, que assim como o restante do time, não quis culpar o árbitro pelo resultado. "O Corinthians jogou melhor."

Ao preparar o envio de uma reclamação, o dirigente espera cobrar uma outra postura da arbitragem no Campeonato Brasileiro. "Temos de cobrar o profissionalismo, como nos cobram", disse o presidente.

Com o resultado deste domingo, o Palmeiras viu o Corinthians abrir oito pontos de vantagem na liderança do Campeonato Brasileiro.

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber