Mais lidas
Esportes

Moisés vê evolução do Palmeiras reclama de arbitragem no clássico

.

DIEGO SALGADO E JOSÉ EDUARDO MARTINS

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) - O Palmeiras até reagiu no segundo tempo, mas não resistiu ao Corinthians e perdeu por 3 a 2 o clássico deste domingo (5), na casa do adversário. Com o resultado, o alviverde viu o arquirrival abrir oito pontos de vantagem na liderança do Campeonato Brasileiro. Desta maneira, restando seis rodadas para o fim da competição, a possibilidade de título diminuiu muito.

"Não, de forma alguma [estávamos nervosos], É claro que cometemos erros, mas não deixamos de jogar. Nosso segundo tempo foi melhor, tivemos controle do jogo, mas não tivemos a felicidade de fazer o terceiro", disse Moisés.

No fim do jogo, o tempo esquentou. Os jogadores do Palmeiras ficaram irritados com a arbitragem de Anderson Daronco. Segundo os visitantes, o juiz deveria ter expulsado Gabriel, por ter entrado no campo sem a autorização após atendimento médico.

Já nos acréscimos, depois de agredir Felipe Bastos, Deyverson recebeu o cartão cartão vermelho e vai cumprir suspensão automática na próxima partida do Palmeiras. Na quarta-feira, fora de casa, a equipe enfrenta o Vitória. "Ele [árbitro] errou. Não teve coragem de expulsar", reclamou Moisés.

CORINTHIANS

Cássio; Fagner, Balbuena, Pablo e Arana; Gabriel (Maycin) e Camacho (Felipe Bastos); Romero, Rodriguinho e Clayson (Jadson); Jô.

T.: Fábio Carille

PALMEIRAS

Fernando Prass; Mayke, Edu Dracena, Mina e Egídio; Bruno Henrique (Guerra), Tchê Tchê (Deyverson) e Moisés; Keno (Roger Guedes), Dudu e Borja.

T.: Alberto Valentim Árbitro: Anderson Daronco (RS)

Assistentes: Rafael da Silva Alves e Elio Nepomuceno de Andrade (ambos do RS)

Público/Renda: 46090 (pagantes); 46493 (total)/R$ 2.908.847,10

Cartões amarelos: Romero, Gabriel (Corinthians) Tchê Tchê, Dracena, Bruno Henrique, Egídio (Palmeiras)

Cartão Vermelho: Deyverson (Palmeiras)

Gols: Romero, aos 28 minutos do primeiro tempo (COR); Balbuena, aos 30 minutos do primeiro tempo (COR); Mina, aos 35 minutos do primeiro tempo (PAL); Jô, aos 37 minutos do primeiro tempo (COR); e Moisés, aos 22 minutos do segundo tempo (PAL)

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber