Mais lidas
Esportes

Marcelo Melo e Lukasz Kubot vencem Masters 1000 de Paris, 3º título do ano

.

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) - O mineiro Marcelo Melo e o polonês Lukasz Kubot venceram por 2 sets a 1 (7/6, 6/3 e 10/6) a dupla formada por Ivan Dodig e Marcel Granollers e conquistaram o título do torneio de duplas do Masters 1000 de Paris. O troféu, conquistado neste domingo (5) após uma partida muito disputada, foi o terceiro de nível Masters em 2017.

A dupla campeã consolida assim a sua superioridade na temporada. Além de liderarem o ranking mundial de duplas, os dois devem assumir o ranking individual de duplas na segunda-feira, mas até o fim do ano o polonês terá uma pequena vantagem sobre o mineiro. Além de terem vencido em Paris, eles já haviam levado os troféus de Miami em março e Madri em maio. “A gente vem jogando muito bem nessa temporada, somos o time que mais jogou match-tie-break, e ganhamos uns 90%", disse Marcelo Melo ao Sportv depois da conquista. "Falei pra o Lukasz que somos os melhores em match-tie-brak, então era só manter a calma e ganhar. Foi só buscar a confiança.”

Para o brasileiro, a marca é ainda mais impressionante. Essa foi a sua 50ª final de um torneio ATP na carreira, a nona no ano.

No sábado, a dupla tinha superado com facilidade Soares/Murray.

O JOGO

A partida neste domingo começou equilibrada, com as duas duplas sacando bem e confirmando seus serviços. A curiosidade ficou por conta de Melo, que a cada passagem pelo banco sentava em toalhas, o que levantou suspeitas de que pudesse estar lesionado. O grande lance nesse momento foi um voleio por entre as pernas depois do qual o brasileiro conseguiu um belo ponto.

Com o set indo pro tie-break, a dupla do brasileiro conseguiu fechar com rapidez.

Já no segundo set, Dodig/Granolers conseguiu abrir uma vantagem considerável ao quebrar o serviço dos adversários. Logo depois, Melo forçou devoluções para cima de Granolers, tentando devolver a queda, mas não conseguiu. Dodig/Granolers fecharam o set para empatar a partida, forçando um tie-break decisivo.

No último set, a dupla crota-espanhola abriu vantagem, impondo pressão aos adversários, que ficaram a primeira metade correndo atrás do placar. A virada começou a partir do 7 a 6, quando Melo disputou um ponto com Dodig na rede e venceu. A partir daí foi só fechar em 10/6.

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber