Mais lidas
Esportes

Brasileiro mais jovem do UFC rechaça alcunha de promessa

.

VANDERSON PIMENTEL

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) - Ricardo 'Carcacinha' Ramos, descoberto pelo UFC no 'Dana White Looking For A Fight', foi contratado pela organização depois da segunda temporada do programa, quando venceu o americano Alfred Khashakyan com um mata-leão, no segundo round.

Cheio de confiança após estrear no UFC com uma vitória por decisão unânime, em fevereiro, contra Michinori Tanaka, pelo peso galo, o brasileiro mais jovem da organização mostrou confiança e disse não acreditar mais que seja apenas uma promessa do MMA nacional.

"Muita gente fala que eu era o futuro do Brasil, mas eu gosto de dizer que sou o presente do Brasil. Acho que essa denominação de futuro já passou", disse o lutador de 22 anos em entrevista ao UOL Esporte.

Com 10 vitórias e apenas uma derrota em sua carreira, Carcacinha abrirá o card preliminar do UFC 217, no próximo sábado (4), em Nova York. O brasileiro, que se vê menos tímido do que em sua estreia no evento, revelou que pretende utilizar o seu jiu-jítsu para derrotar o invicto canadense Aiemann Zahabi.

"Melhorei totalmente no aspecto psicológico. Tenho pensado em um mata-leão. Na verdade, eu trabalhei bastante e vou para atacar", afirmou o faixa preta da Black Sheep, que pretende enfrentar um Top 15 dos galos já em seu próximo combate.

MELHOR QUE DANA?

Carcacinha não foi o único prodígio descoberto por Dana White na série do UFC. Foi no mesmo programa que o presidente da organização se encantou por Sage Northcutt, lutador mais jovem a integrar o evento.

Mesmo não sendo tão benquisto por Dana como o americano de 21 anos, o peso galo crê que pode oferecer mais ao esporte do que o prodígio, que ganhou 3 duelos e perdeu outros 2 pelo UFC. "Eu confio mais no meu potencial do que no potencial do Sage Northcutt".

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber