Esportes

PARAJAPS de 2017 vai contar com 1,6 mil pessoas em 14 modalidades

Da Redação ·
A competição em Maringá terá a duração de cinco dias - Foto: SEED
A competição em Maringá terá a duração de cinco dias - Foto: SEED

Nesta quarta-feira (1º de novembro), às 19 horas, no Ginásio de Esportes Valdir Pinheiro, o secretário do Esporte e Turismo do Paraná, deputado Douglas Fabricio e o prefeito de Maringá, Ulisses Maia, comandam a cerimônia de abertura da fase final do 6° PARAJAPS- Jogos Abertos Paradesportivos do Paraná 2017, que serão realizados entre os dias 1º e 5 de novembro na "Cidade Canção".

continua após publicidade

Uma das presenças confirmadas para o evento deste ano, atendendo convite do Coordenador do paradesporto no Paraná Mario Sérgio Fontes, é o Dr. Misael Conrado, presidente do Comitê Paralímpico Brasileiro. 

Em sua 6ª edição o PARAJAPS vai reunir mais de 1,6 mil pessoas de 46 municípios, disputando 14 modalidades esportivas: atletismo, basquete, bocha, ciclismo, futsal, goalball, golf 7, handebol DI, handebol - cadeira de rodas, natação, parabadminton, paracanoagem, tênis de mesa, vôlei, xadrez.
A maioria das competições acontece na Vila Olímpica de Maringá, que abriga o Ginásio de Esportes Valdir Pinheiro. As exceções ficam para paracanoagem que será disputada no Lago do Parque Ingá e natação na UEM- Universidade Estadual de Maringá.
Segundo o governador Beto Richa, os paratletas devem ter apoio para desenvolver e ampliar suas atividades. “Eles são grande exemplo para toda a sociedade e o governo do estado é parceiro do paradesporto. E além de tudo, o esporte educa, disciplina e socializa”, argumenta o governador que idealizou o evento.
O secretário Douglas Fabrício avaliou o crescimento do paradesporto paranaense. “O paradesporto vem tendo grande destaque no Paraná e no Brasil. Basta ver os Jogos Paralímpicos que aconteceram no ano passado no Rio de Janeiro, que despertaram nas pessoas como a prática de esporte é de grande importância para as pessoas com deficiência. Temos um carinho muito grande com o PARAJAPS. O governador Beto Richa criou o evento já em 2012 no seu primeiro mandato e agora já estamos na sexta edição. Ele é um incentivador do paradesporto”, disse Douglas. 
O secretário aproveitou ainda para mencionar parcerias com as APAES para incentivar mais o paradesporto. “Estamos saindo de Jardim Alegre onde acabamos de participar de um evento com APAES. Anunciamos investimentos para fortalecer o paradesporto destas instituições.”
O coordenador do paradesporto no Paraná, Mário Sérgio Fontes, enfatizou o apoio recebido da prefeitura de Maringá nas pessoas do prefeito Ulisses Maia, do Secretário de Esportes Valmir Augusto Fassina (ex-atleta da seleção brasileira de handebol) e do coordenador de esportes paraolímpicos Silvio José Podadeiro Rodrigues (tri-campeão mundial pela seleção brasileira de futebol de amputados), pelo acolhimento que deram ao paradesporto paranaense, assumindo sediar o evento após desistência de cidade anteriormente definida.
Para o idealizador do Parajaps e coordenador da primeira edição em 2012, Professor, Mestre e Doutor Décio Roberto Calegari, que foi premiado pelo Melhor Painel apresentado na Vista International Coference, durante o Congresso Científico Internacional do Comitê Paralímpico Internacional realizado em Toronto no Canadá: “é uma alegria estar recebendo o Parajaps em Maringá e um orgulho por coincidir com o recebimento deste prêmio internacional com a eleição do ex-presidente do CPD- Comitê Paralímpico Brasileiro Andrew Parsons para a presidência do IPC- Comitê Paralímpico Internacional.
Com a certeza do sucesso do PARAJAPS em Maringá, o medalhista de prata na bocha nos Jogos Paralímpicos do Rio de Janeiro, Marcelo dos Santos, convidou simpatizantes do esporte para participar do evento. “O PARAJAPS é uma importante competição organizada pelo governo do Estado por meio da Secretaria do Esporte e Turismo. Esperamos a presença de todos os admiradores do paradesporto”, argumentou o medalhista.