Mais lidas
Esportes

Moisés expõe postura palmeirense do 'jogo a jogo' e evita falar sobre título

.

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) - O Palmeiras derrubou parte da vantagem do Corinthians e ficou a seis pontos da liderança do Brasileiro. No entanto, o discurso é o mesmo das últimas semanas: os palmeirenses mantêm a modéstia, sem assumir a briga pelo título.

O meio-campista Moisés demostrou isso na reapresentação do elenco ocorrida nesta quarta-feira (25). "O principal objetivo no momento é o G-4. Precisamos consolidar isso, é o objetivo que nos foi colocado pela qualidade do nosso elenco, precisamos buscar isso o mais rápido possível."

A equipe alviverde tem adotado a política do "jogo a jogo", sem tratar de projeções futuras. Por causa disso, Moisés evitou falar sobre o confronto direto com o Corinthians no próximo dia 5, no Itaquerão —ele frisou a importância do compromisso da próxima segunda (30), com o Cruzeiro.

"Para conquistarmos os objetivos, temos que vencer o adversário da rodada. Não tem nenhum jogo mais importante que o Cruzeiro", disse o meio-campista.

"Depois do jogo, [o Corinthians] será o nosso maior foco. Eu, pelo menos, só vou falar deste adversário quando tivermos a semana de preparação para o jogo contra o Corinthians. Nosso objetivo e foco não pode ser outro a não ser o Cruzeiro", acrescentou o camisa 10 palmeirense.

A cautela de Moisés também repercute entre outros atletas alviverdes. Mesmo com a queda de desempenho do Corinthians e a evolução do Palmeiras sob o comando de Alberto Valentim, jogadores como Edu Dracena e Dudu sentenciaram a vaga na Libertadores como o grande objetivo para este fim de temporada.

Para poder falar em título, Moisés traça um plano de conquistar "entre duas ou três vitórias" para assegurar a vaga na competição sul-americana. A partir disso, tendo em vista também o resultado no dérbi em novembro, a disputa pela taça poderá ser abordada.

Além do Palmeiras, o Santos também diminuiu a desvantagem em relação ao Corinthians nas últimas semanas. Entretanto, pela ascensão rápida, o clube alviverde foi quem surgiu como o principal perseguidor ao time de Fábio Carille.

Moisés, com um tom bem leve, achou estranho ignorarem o clube do litoral paulista. "Eu comentei com a minha esposa, ontem [terça]. O Santos tem a mesma pontuação e só se fala no Palmeiras. Não sei se querem jogar uma pressão maior para nosso lado, mas não vai colar."

O meia palmeirense ainda admitiu que vai "secar" corintianos e santistas no fim de semana. "Sem dúvida vou assistir aos jogos, não vou ser hipócrita de falar que não vou torcer por resultados a nosso favor. Mas relembrando que nosso objetivo e foco é vencer nossos jogos, melhorar nosso desempenho para acabar o ano da melhor forma possível", declarou.

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber