Mais lidas
Esportes

ATUALIZADA - Com 5º troféu, Cristiano Ronaldo iguala Messi em prêmio da Fifa

.

ALEX SABINO

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Quando o domínio da dupla no futebol mundial completou dez anos, Cristiano Ronaldo igualou Lionel Messi. O português foi eleito o melhor do mundo da última temporada pela Fifa nesta segunda (23), em cerimônia realizada em Londres. Ele recebeu 43,16% dos votos no total. É a quinta vez que Cristiano Ronaldo conquista o prêmio, a segunda consecutiva (2008, 2013, 2014, 2016 e 2017). Messi, que terminou em segundo neste ano com 19,25% , também tem cinco troféus (2009, 2010, 2011, 2012 e 2015).

Neymar, que teve 6,97% dos votos no geral, terminou em terceiro. Um brasileiro não é escolhido pela Fifa desde 2007, quando Kaká, então no Milan (ITA), ganhou.

"Foi um ano extraordinário. São 11 anos [em que ele entra na lista dos três finalistas]. Era algo que eu obstinava. Ganhar prêmios coletivos e individuais. É um momento único da minha carreira", disse o português, ao receber o troféu das mãos de Diego Maradona e Ronaldo.

O vencedor do "The Best", como a Fifa renomeou sua premiação de melhor do mundo a partir do ano passado, é feita baseado em votos de capitães e técnicos das seleções filiadas à Fifa. Um representante da imprensa de cada país também tem direito a voto, a não ser a Suíça, que teve dois.

Eles escolheram os três melhores da última temporada. O voto para o primeiro colocado valeu cinco pontos; para o segundo, três; para o terceiro, um.

A Fifa introduziu em 2017 o voto dos torcedores, mas com peso inferior aos demais.

Cristiano Ronaldo venceu em todas as categorias. Dos 459 votos de técnicos, capitães e jornalistas, foi colocado na 1ª posição por 340 deles (74%). Também venceu na lista dos torcedores.

A expressão de alegria do português estava misturada com alívio. Na disputa pessoal entre os dois, o placar da premiação já esteve favorável ao argentino em 4 a 1. Isso não fazia bem ao ego do português, que não é conhecido pela modéstia.

O desempenho de Ronaldo foi turbinado a partir de 2013 pelos títulos conquistados pelo Real Madrid e seleção portuguesa. Desde então, ele venceu mais quatro vezes.

Ele foi astro da equipe espanhola nas conquistas da Liga dos Campeões de 2014, 2016 e 2017. Também foi campeão da Eurocopa do ano passado com Portugal, a primeira conquista de expressão da equipe na história.

A Fifa mudou o período de avaliação dos jogadores em 2017. Antes disso, a premiação acontecia em janeiro e levava em consideração os 12 meses anteriores. Agora avalia apenas a temporada europeia anterior, que vai de agosto a maio.

A entidade não divulgou se, em 2018, levará em conta o desempenho na Copa da Rússia, que acontecerá entre junho e julho. Se valer, o desempenho no torneio será decisivo na votação.

Cristiano Ronaldo e Messi estarão, respectivamente, com 33 e 31 anos. Será o último Mundial que disputarão em alto nível. Neymar terá 26.

BRASILEIROS

Entre os votos brasileiros, apenas Daniel Alves escolheu Neymar como melhor do mundo. Ele teve direito a voto como capitão da seleção, mesmo não sendo. Tite tem promovido o revezamento da braçadeira nos jogos.

O treinador votou em Cristiano Ronaldo, assim como Paulo Vinicius Coelho, colunista da Folha, representante do país entre os jornalistas.

Tite ficou na 9ª posição na escolha do melhor técnico. Foi citado em 2,87% dos votantes. Ficou à frente de nomes como Diego Simeone, do Atlético de Madri (ESP) e Luis Enrique, votado por Messi como melhor do planeta.

O vencedor foi o francês Zinedine Zidane, do Real Madrid, com 46,22% dos votos. Ele foi o escolhido por Tite em seu voto.

Zidane foi o primeiro nome do futebol a levar o prêmio de melhor do mundo da Fifa como jogador e técnico. Quando era meia da França, Juventus (ITA) e Real Madrid, foi eleito em 1998, 2000 e 2003.

Na seleção ideal da temporada montada pela Fifa, o Brasil foi o país com o maior número de representantes: três. Daniel Alves, Marcelo e Neymar foram escolhidos por especialistas nomeados pela entidade que comanda o futebol.

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber