Mais lidas
Esportes

Hamilton é pole para corrida em que pode ser campeão; Massa sai em décimo

.

JULIANNE CERASOLI

AUSTIN, EUA (UOL/FOLHAPRESS) - Lewis Hamilton vai largar da pole no GP dos Estados Unidos, neste domingo (22), na corrida em que pode se sagrar campeão da temporada 2017 da F-1. Neste sábado (21), o piloto britânico da Mercedes foi o mais rápido do classificatório para a prova, disputado em Austin. Felipe Massa terminou o treino na 11ª colocação, sem conseguir vaga para o Q3, mas contou com punição dada a Max Verstappen para ganhar uma posição. Assim, o brasileiro vai sair em décimo.

Hamilton vai largar ao lado de Sebastian Vettel, da Ferrari, que na última volta conseguiu se colocar entre a Mercedes do inglês e a de Valtteri Bottas, que terminou em terceiro. O piloto alemão é quem pode evitar que o pole se sagre campeão na corrida deste domingo.

Para garantir o título nos Estados Unidos, Hamilton precisa fazer 16 pontos a mais do que Vettel. Isso acontecesse se o britânico vencer e o alemão não chegar além da sexta colocação, ou se o líder chegar em segundo e o vice-líder não chegar além da oitava posição.

CLASSIFICAÇÃO

A classificação começou já com quatro pilotos sabendo que perderiam posições no grid: usando a nova atualização do motor Renault, Max Verstappen perdeu 15 posições, Nico Hulkenberg 20 e o estreante Brendon Hartley 25. Já Stoffel Vandoorne trocou de câmbio em sua McLaren e perdeu cinco posições.

Depois de cair praticamente de pára-quedas no grid, depois de cinco anos longe dos carros de fórmula, Hartley não passou do Q1 com a Toro Rosso. O substituto de Carlos Sainz, que faz neste final de semana sua estreia na Renault, fez o antepenúltimo tempo, sendo mais veloz apenas que Pascal Wehrlein, da Sauber, e Kevin Magnussenm da Haas.

A primeira parte da classificação quase teve um acidente entre Romain Grosjean e Lance Stroll. O canadense da Williams vinha lento na linha ideal e o francês vinha em uma volta rápida. Vendo o carro lento, tentou sair para a direita, mesma rota escolhida por Stroll. O incidente está sendo investigado pelos comissários e o companheiro de Felipe Massa, acusando problemas de motor via rádio, também foi eliminado no Q1, junto de Marcus Ericsson.

Na segunda parte do treino, a Mercedes começou a mostrar sua força, usando sua configuração mais potente do motor e sendo a primeira equipe a entrar na casa dos 1min33, enquanto a luta pelas últimas posições no Q3 ficava entre Massa, Sainz e as McLaren. O brasileiro levou a pior, ficando fora da última parcial ao lado de Daniel Kvyat, Stoffel Vandoorne, Romain Grosjean e Nico Hulkenberg.

Na parte final, parecia que a Mereces garantiria facilmente uma dobradinha na primeira fila com mais de meio segundo de vantagem para os carros da Ferrari. No entanto, em sua última volta, Vettel conseguiu se colocar entre Hamilton e Bottas, garantido a segunda colocação.

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber