Mais lidas
Esportes

Grêmio acerta salário com Luan, mas renovação ainda tem empecilhos

.

PORTO ALEGRE, RS (UOL/FOLHAPRESS) - Grêmio e Luan deram novo passo rumo à renovação de contrato do jogador. O atacante de 24 anos aceitou um salário menor do que pretendia para permanecer no clube gaúcho, sem se tornar o maior salário do time.

Porém, ainda há duas pendências: a multa rescisória de 25 milhões de euros (R$ 93,5 milhões) e um acordo retroativo.

Independentemente do acordo, o Grêmio assume que Luan tem um valor retroativo a receber. A diferença entre o novo salário e o antigo será repassado ao jogador como se o contrato tivesse sido firmado em janeiro.

No entanto, o clube tricolor quer parcelar este valor retroativo ao longo do contrato, ampliado até 2021. Esta situação ainda está em debate e não há acordo imediato.

A outra lacuna para discussão é a multa rescisória. O Grêmio não abre mão de um valor de 25 milhões de euros (R$ 93,5 milhões). Já a estafe do atleta considera o valor muito alto para o mercado atual, praticamente inviabilizando uma saída futura.

A boa notícia para torcida gremista é o acordo salarial. Antes um dos principais impasses na renovação, Luan entrou em acordo em valores considerados 'normais' no mercado do futebol.

O Grêmio não aceitou colocar o atleta no topo dos vencimentos do time, e a única opção foi adaptar-se.

Internamente o time tricolor crê na renovação. Novas reuniões —ainda sem datas— devem ditar os próximos passos da negociação.

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber