Mais lidas
Esportes

Corinthians se arma e admite perder Gabriel após jogo com Cruzeiro

.

JOSÉ EDGAR DE MATOS

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) - Mesmo antes do julgamento marcado para a próxima semana, o Corinthians sabe que não deve contar com o volante Gabriel para, pelo menos, o jogo do dia 11 contra o Coritiba, em Itaquera. Os gestos obscenos feitos pelo volante no clássico contra o São Paulo podem render uma suspensão de até seis jogos, e o líder do Campeonato Brasileiro já se arma para não contar com o atleta.

Dentro do Corinthians, a expectativa é que o STJD (Superior Tribunal de Justiça Desportiva) irá punir Gabriel, que foi enquadrado no artigo 258 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (assumir atitude contrária à disciplina ou à moral desportiva, em relação a componente de sua representação, representação adversária ou de espectador). A dúvida é qual será o peso do castigo.

Gabriel pode, por exemplo, pegar apenas um jogo de suspensão -pena mínima- e estar à disposição diante do Bahia, pela 28ª rodada. Até mesmo o técnico Fábio Carille, publicamente, já conta Gabriel como desfalque contra o Coritiba, no próximo dia 11.

"O Gabriel errou e sabe disso, conversamos com ele. O Maycon, na minha visão, é lance de jogo, não vi ele querer agredir ou deixar a perna. Conheço bem o Maycon, é um menino do bem e estou tranquilo. Em relação ao Gabriel, pode acontecer alguma coisa sim [punição]", disse o treinador, também citando Maycon, outro atleta a ser julgado na próxima semana -no caso, por um pisão no são-paulino Petros.

Já ciente da possível suspensão de Gabriel, Fábio Carille se arma para substituir o importante meio-campista. No trabalho de quinta-feira (28), por exemplo, o técnico espelhou o time titular com reservas e colocou Camacho para executar as mesmas funções do camisa 5.

Mesmo sem a mesma característica defensiva de Gabriel, Camacho tem trabalhado mais recuado nas últimas semanas. Com o passe como principal característica, o ex-jogador do Audax é visto como uma alternativa para aumentar a qualidade na saída de bola e acelerar a construção do jogo.

O perfil mais ofensivo torna Camacho o principal favorito a ocupar a vaga de Gabriel, em caso de suspensão, no duelo contra o Coritiba. O fato de a partida ser na Arena colabora para o treinador optar por uma peça mais "ousada" do que o principal volante marcador do Corinthians.

O treinador tem um exemplo recente para tratar Camacho como substituto ideal. Na vitória por 1 a 0 sobre o Vasco, no último dia 17, o meio-campista atuou como primeiro volante, ocupando a vaga de Gabriel, e agradou.

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber