Mais lidas
Esportes

Atlético-MG perde para o Vitória e torcida escolhe técnico como vilão

.

VICTOR MARTINS

BELO HORIZONTE, MG (UOL/FOLHAPRESS) - Aos 23 minutos do segundo tempo o lateral direito Yago fez o segundo do Vitória sobre o Atlético-MG, no Independência. O resultado de 3 a 1, pela 25ª rodada do Campeonato Brasileiro tirou a equipe baiana da zona do rebaixamento e colocou o técnico atleticano, Rogério Micale, numa situação delicada dentro do clube.

O gol do triunfo do Vitória aconteceu no minuto seguinte à segunda troca do Galo, com a saída de Fred e a entrada de Rafael Moura. A torcida que já estava na bronca com o treinador, que minutos antes havia trocado Adilson por Otero, escolheu Micale como o vilão da noite. Aos gritos de burro o Atlético perdeu mais uma vez como mandante, a sétima em 13 jogos neste Brasileirão.

JOGO

Atuando como mandante, se esperava um Atlético agressivo nos primeiros minutos de jogo. Mas quem chegou e marcou foi o Vitória, logo aos dois minutos. O volante Fillipe Soutt teve muita liberdade na intermediária e achou Neilton, que entrou sozinho na área e bateu na saída de Victor, para fazer o primeiro gol da noite.

Pelo fato de jogar em casa e precisa dos três pontos para não deixar o G-6 ficar ainda mais distante, o Atlético ficou a maior do primeiro tempo com a bola nos pés. Mas ter o controle da partida não significou que muitas chances foram criadas. Nos primeiros 45 minutos o Galo teve 63% de posse de bola, mas finalizou somente três vezes A única certa foi a de Cazares, para empatar o jogo. O Vitória finalizou duas vezes na etapa inicial e marcou na única que acertou, com Neilton.

Pedido por alguns torcedores, Otero foi a primeira alteração de Rogério Micale na partida. A surpresa foi a escolha de Adilson para deixar o jogo. Ao colocar um meia no lugar de um volante, Micale abriu de vez o Atlético. Como o Vitória estava muito recuado, desde o primeiro tempo, Luan foi fazer a função de volante. Ao invés de melhorar, o Atlético piorou e sofreu o segundo gol. Trellez fez o terceiro no final do segundo tempo e fechou o jogo com a vitória da equipe baiana.

Se na rodada passada o Vitória foi derrotado pelo São Paulo e viu o adversário deixar a zona de rebaixamento, os resultados deste domingo colocaram a equipe paulista novamente entre os últimos colocados do Campeonato Brasileiro. Como o São Paulo empatou o clássico e o Vitória venceu o Atlético, em Belo Horizonte, o Vitória termina a 25ª rodada fora da zona de rebaixamento e deixa o São Paulo lá.

ATLÉTICO-MG

Victor, Alex Silva, Leonardo Silva, Gabriel e Fábio Santos; Adilson (Otero, aos 17 do 2º), Yago, Luan (Marlone, aos 33 do 2º), Cazares e Valdívia; Fred (Rafael Moura, aos 22 do 2º).

T.: Rogério Micale.

VITÓRIA

Caíque, Yago (Renê, aos 34 do 2º), Kanu, Wallace e Geferson; Ramon, Uillian Correia e Fillipe Soutto; David (Kieza, aos 30 do 2º), Neilton (Júnior, aos 34 do 2º) e Tréllez.

T.: Vagner Mancini. Árbitro: Wilton Pereira Sampaio (Fifa/GO)

Assistentes: Bruno Raphael Pires (GO) e Leone Carvalho Rocha (GO)

Público/Renda 10.865 presentes/R$ 144.919,00

Cartões amarelos: Luan (CAM) Trelléz (VIT)

Gols: Neilton aos 2, Cazares aos 17 minutos do primeiro tempo; Yago aos 23 e Trelléz aos 48 minutos do segundo tempo

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber