Mais lidas
Esportes

ATUALIZADA - Técnica Emily Lima é demitida da seleção feminina de futebol

.

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Dez meses após ser anunciada como treinadora da seleção brasileira feminina, Emily Lima foi demitida do cargo nesta sexta-feira (22). A saída da treinadora foi confirmada pela CBF (Confederação Brasileira de Futebol) através de uma nota.

Emily Lima foi a primeira mulher a comandar uma seleção brasileira na categoria principal. Em 2013, ela dirigiu as categorias sub-15 e sub-17.

Anunciada como treinadora da equipe no dia 1º de novembro após comandar o São José no vice-campeonato da Copa do Brasil Feminina, Emily emplacou sete vitórias consecutivas no cargo. Nas últimas seis partidas, porém, empatou uma vez e perdeu cinco: uma para a Alemanha, outra para os Estados Unidos e três em sequência para a Austrália.

A contratação da treinadora para dirigir a seleção brasileira feminina de futebol surpreendeu. Na oportunidade, a CBF anunciou o desligamento de Vadão, que dirigiu a equipe na Olimpíada do Rio -terminou na quarta colocação- e, na sequência, anunciou a chegada de Emily.

A demissão de Vadão foi uma decisão tomada pelo presidente da CBF, Marco Polo Del Nero. Ele chegou a conversar com outros dirigentes da entidade, que não foram favoráveis a mudança.

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber